Sustentabilidade é tema da 13ª Semana Nacional dos Museus em Brusque

Programação conta com exposições, oficinas e apresentações culturais

Sustentabilidade é tema da 13ª Semana Nacional dos Museus em Brusque

Programação conta com exposições, oficinas e apresentações culturais

A 13ª Semana Nacional dos Museus tem programação diversificada em Brusque. Até o próximo domingo, 24, a cidade contará com exposições, ações e oficinas educativas e apresentações culturais relacionadas ao tema deste ano: “Museus para uma sociedade sustentável”.

No Museu Arquidiocesano Dom Joaquim, conhecido como Museu de Azambuja, aconteceu ontem, data em que é comemorado o Dia Nacional dos Museus, a apresentação de trabalhos recicláveis de alunos de escolas públicas. Chamado “A esperança vem do lixo”, a exposição mostrou uma decoração diferente, formada por galhos secos e com mais de 200 garrafas pet – em formatos de imagens geométricas e brinquedos.

A coordenadora do museu, Kamilla Alexandre Pereira, diz que é importante a instituição estar ligada a ações educativas e principalmente de sustentabilidade. Segundo ela, educar e conscientizar uma criança é a possibilidade de reverter a situação em que se encontra o meio ambiente. “Queremos mostrar em cada oficina a necessidade da reciclagem e os cuidados em preservar”.

Kamilla diz que entre os destaque da semana está a exposição Verde Olhar, realizada em parceria com a Fundação Municipal do Meio Ambiente (Fundema), onde serão exibidos fotos de vegetação e insetos, porém, com uma visão diferente e peculiar. A expectativa da coordenadora é de receber mais de mil estudantes de Brusque e também de outras cidades durante a semana.

Descobrindo sons

A exposição “Descobrindo Sons – Efeitos Percussivos”, de Leonardo Almeida Wutke, será uma das principais atrações do Museu Casa de Aldo Krieger. De acordo com o presidente Carmelo Krieger, instrumentos dos mais variados estilos foram confeccionados com material reciclável pelo expositor.

Serão apresentados: xequerês, xequebum, efeitos de tampinha pet, tampinhas de metal, molho de chaves, molho de guizos, molho de jatobá, caneleiras sonoras, pau de chuva e reco reco.

História de Brusque

No Museu Histórico e Geográfico Vale do Itajaí-Mirim, a Casa de Brusque, a exposição fotográfica histórica do município, que reconstitui diversos panoramas urbanos, é um dos pontos fortes da Semana. Conforme o historiador Aldonei da Silva Lopes, são momentos que fazem a comunidade repensar a história. Há aproximadamente 30 imagens em preto e branco. Além disso, segundo ele, acontecerá a apresentação de cerca de 20 fotos coloridas sobre a diversidade da flora e da fauna. “Esse registro será exposto através de uma parceria com o Zoobotânico”, conta.

Programação

Museu de Azambuja
Rua Azambuja, 960 – Azambuja
museu@azambuja.org.br
3396-0296

19 a 22/05 – 09h às 18h; 23/05 – 09h30 às 17h
Ação educativa – lanche orgânico; exposição de trabalhos recicláveis de alunos da rede pública; exposição itinerante da Fundema; oficina de trabalhos vernaculares; apresentação de dança Expressarte;

24/05 – 16h às 18h
Encerramento do evento – apresentação de dança; apresentação de música; premiação das melhores esculturas. Local: Teatro do Seminário de Azambuja.

Instituto Aldo Krieger

Rua Paes Leme , 63 – Centro
ckrieger46@hotmail.com
9972-1735 – (48) 9972-1735

18/05/ a 22/05 – 14h às 18h
Visita guiada ao Instituto Aldo Krieger
Casa de Brusque

Avenida Otto Renaux, 285 – São Luiz
casadebrusque@oi.com.br
Tel: (47) 3351-2132

18/05 a 29/05 – 08h às 17h
Exposição de fotografias históricas da cidade de Brusque, referente ao século XIX e XX, com o tema “Digitalizar para preservar o passado de Brusque”.

18/05 a 29/05 – 08h às 17h
Visita guiada – Educação Museal e Patrimonial. Passeio com contação de história e teatro de fantoches sobre a História do Vale do Itajaí-Mirim, desde a colonização até os dias atuais.

 

 

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio