Técnico Waguinho Dias afirma que Brusque luta por acesso à Série C e título da Copa Santa Catarina

Novo técnico foi apresentado nesta segunda-feira e projetou boas campanhas

Técnico Waguinho Dias afirma que Brusque luta por acesso à Série C e título da Copa Santa Catarina

Novo técnico foi apresentado nesta segunda-feira e projetou boas campanhas

Quando chegou ao Inter de Lages, em 2016, Waguinho Dias era desconhecido do cenário do futebol catarinense, que é pouco acostumado a receber caras novas. Desde então, fez grandes trabalhos com três times do estado. Além do colorado, Tubarão e Marcílio Dias também têm muito a agradecer pelo comando técnico de Waguinho – com o Peixe ele chegou ao terceiro lugar estadual em 2018 e com o Marcílio subiu para a primeira divisão estadual e alcançou o quinto lugar nesta temporada.

Agora, terá a missão de surpreender novamente, desta vez comandando o Brusque Futebol Clube. Na manhã desta segunda-feira, 15, Waguinho foi apresentado oficialmente na secretaria do quadricolor e participou de coletiva de imprensa ao lado do presidente Danilo Rezini e de André Rezini, que integra a direção de futebol.

Conforme explica Waguinho, o interesse em conversar com o presidente para negociar sua contratação foi imediato, assim que houve o convite.

“Eu tinha interesse em conhecer o Brusque, porque sempre que disputei partidas contra este time eu tinha dificuldades. Eu ficava me questionando como esta equipe conseguia sempre ser competitiva. Neste ano, com o Marcílio Dias, nosso maior receio não era jogar contra Criciúma ou Avaí, e sim contra o Brusque, tanto que não conseguimos vencê-lo”.

Com o Tubarão, Waguinho eliminou o Brusque na Série D 2018 e foi campeão da Copa Santa Catarina 2017 em final diante do quadricolor. Além do treinador, também foi anunciado como membro da comissão técnica Jersinho, que será auxiliar. Ele é ex-atleta do Brusque, foi auxiliar do clube durante três anos e chegou a ser técnico do clube em 2017. Estava nas categorias de base do Joinville.

Projeções
Waguinho Dias chega ao Brusque com um contrato de um ano. Será, portanto, técnico na Série D, na disputa da Recopa Catarinense, na Copa Santa Catarina 2019 e no Catarinense 2020.

Pensando de maneira competitiva, o novo técnico do Brusque acredita que é possível fazer excelentes campanhas em todas as competições. “Queremos passar em primeiro lugar na Série D, para decidir a segunda fase em casa. Na Copa Santa Catarina, vamos brigar pelo título. Quero colocar o Brusque aonde ele esteve esse ano, que é disputando a Copa do Brasil”.

Para ele, o clube acertou no planejamento. “O Brusque está fazendo tudo certo, pensando no longo prazo. Por isso a vaga para a Copa do Brasil 2020 é importantíssima, dá boa rentabilidade ao clube e também visibilidade. O pensamento precisa ser de acesso para a Série C e título na Copinha”.

Trabalho transparente
Com ótimos resultados em equipes modestas, sendo boa parte delas retornando de longo período de dificuldades, o trabalho de Waguinho Dias chama atenção. Conforme explica o comandante, não há segredo ou fórmula mágica. “Meu trabalho é com transparência, mostrando ao atleta onde ele pode chegar. Gosto de voltar para o individual. Eu tento fazer com que os jogadores cresçam, e desta forma melhora num todo”.

Waguinho explica também que preza pelo diálogo e pela democracia nas decisões tomadas. “Eu trabalho também com uma comissão multidisciplinar. Todos têm opinião, todos se conversam e todos se entendem. A palavra final é minha, mas é um trabalho em conjunto. Prezo também pelo diálogo direto e aberto com a diretoria, porque os pensamentos precisam estar alinhados”.

Participação nas contratações
Do elenco que disputou o Catarinão 2019, 16 atletas são remanescentes, enquanto 11 foram dispensados. Waguinho afirma que gostou dos nomes que ficaram, além de já conhecer o elenco de longa data. Atletas que acompanham o clube há anos, como a dupla de zaga Neguete e Cleyton, formam a espinha dorsal.

Quanto às novas contratações, o técnico explicou que teve participação ativa. “Foi em comum acordo com a diretoria. Estamos priorizando o ataque, porque acredito ser o setor mais importante neste momento, precisamos ter o finalizador. Em seguida precisamos pensar sobre o meio-de-campo, já que para finalizar o atacante tem que ser bem servido”

Atletas remanescentes

*O volante Mineiro está em longo processo de recuperação de cirurgia e não deve atuar na Série D

Atletas liberados

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio