Técnicos realizam topografia na Primeiro de Maio

Trabalho vai mostrar onde exatamente passam as redes de água, gás e esgoto para o início das obras de macrodrenagem no local

Técnicos realizam topografia na Primeiro de Maio

Trabalho vai mostrar onde exatamente passam as redes de água, gás e esgoto para o início das obras de macrodrenagem no local

Na sexta-feira, 6, a equipe da Secretaria de Obras, responsável pelas obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), os engenheiros da SC Gás e funcionários da empresa Catedral iniciaram os serviços de topografia para o início da obra de macrodrenagem na avenida Primeiro de Maio.

Durante todo o dia, a equipe técnica fez a marcação dos pontos onde há a tubulação de gás para adequar a implantação das galerias ao longo de toda a avenida. Segundo o secretário de Obras, Gilmar Vilamoski, a topografia iniciou nas proximidades da rua Tiradentes e seguiu até o local conhecido como curva do Zanca, próximo à Sociedade Beneficente. Este será o trecho onde se concentrarão as obras de macrodrenagem na Primeiro de Maio.

“Os técnicos fizeram a marcação física e agora os projetos serão compatibilizados para ver onde exatamente serão necessárias as mudanças porque, além da rede de gás, temos a rede de esgoto industrial e a adutora do Samae que alimenta aquela região da cidade. É um local bastante complexo, então é a partir desta topografia que teremos a possibilidade de ver quais os pontos de deslocamento da obra”, explica.

No entanto, o início das obras no local está condicionado ao término de outras intervenções na região. “Após a conclusão da locação e compatibilização dessas instalações poderemos aprofundar o projeto e só depois da conclusão da pavimentação da rua Nova Trento podemos programar o início das obras na avenida Primeiro de Maio”, diz.

Somente no trecho pertencente à Avenida Primeiro de Maio, 2.160 metros passarão por implantação de galerias de seções variadas. Desse total, 312 metros já foram assentados, desde a avenida Bepe Roza, passando pela rua Lauro Müller, até as proximidades da rua Tiradentes.
Duas frentes

A macrodrenagem na Bacia Primeiro de Maio/Poço Fundo tem duas frentes. Uma se concentra no bairro Poço Fundo, na altura da rua Fernando Zen, e a outra no trecho da Primeiro de Maio. No Poço Fundo, as obras estão programadas para reiniciar ainda neste mês de fevereiro, do ponto onde a empresa Sul Catarinense – que deu início aos trabalhos em 2012 – parou.

“Vamos começar pelo Poço Fundo, na estrada geral, onde parou a obra que a outra empresa estava executando, e vamos seguir até a rua Fernando Zen”, explica.

Segundo ele, ainda não há uma data exata para iniciar as obras no local, já que a empresa Catedral Construções Civis, vencedora da nova licitação realizada no fim do ano passado, precisa otimizar os equipamentos que serão utilizados na obra. “Estamos na fase de planejamento. O trecho que será executado inicialmente terá peças de 10 toneladas, por isso, requer um equipamento especial, e todo o planejamento possível. A empresa também vai precisar fazer a compatibilização de materiais, por isso, não temos uma data prevista para o início”, afirma.

Após concluído o trecho do Poço Fundo, as obras iniciarão na Primeiro de Maio. “Faremos o cronograma para iniciar na Primeiro de Maio, mas não iniciaremos a obra ali sem estar concluída a pavimentação da rua Nova Trento. Não tem como deixar duas vias importantes interditadas ao mesmo tempo”, ressalta.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio