Temporais de verão prejudicam iluminação pública

Em Brusque e Guabiruba, o volume de troca de lâmpadas aumenta nesta época do ano

Temporais de verão prejudicam iluminação pública

Em Brusque e Guabiruba, o volume de troca de lâmpadas aumenta nesta época do ano

As fortes chuvas típicas nessa época do ano, acompanhadas de raios, resultam em problemas na iluminação pública, como queima de lâmpadas, reatores e luminárias. Atualmente são necessárias a troca de uma média de 10 a 15 lâmpadas em Brusque, todos os dias.Já em Guabiruba, o Setor de Iluminação Pública realiza em média 20 atendimentos diários.

De acordo com o diretor da Secretaria de Obras de Brusque, Sérgio Luz Gamba, como a chance de chuvas fortes acontece geralmente no período noturno, foi necessária uma equipe extra, que funciona entre 5h e 13h30, para a troca das luzes nos postes da cidade. “Por causa das chuvas, a troca de lâmpadas está cada vez mais prejudicada. Já tínhamos uma equipe durante a noite, mas agora colocamos também de manhã”, diz.

Para facilitar o trabalho em Guabiruba, a Secretaria de Obras do município adquiriu um veículo apropriado para manutenção. “O alcance do cesto chega a uma altura de 11 metros. No acesso Guabiruba/Brusque [rua dos Imigrantes], onde os postes são mais altos que os demais do município, tínhamos que terceirizar um caminhão cada vez que precisávamos fazer um reparo, pois a Toyota adaptada com escada tinha altura limitada e não oferecia a segurança necessária”, diz o eletricista da prefeitura de Guabiruba, Nelson Martins da Silva Gouvea. “Este é o período que mais exige manutenção na rede de iluminação pública, as descargas atmosféricas podem queimar até cem lâmpadas de uma vez”, completa.
Manutenção

Segundo Gamba, em Brusque existem cerca de 15 mil postes distribuídos por todos os bairros da cidade. A maioria das manutenções são feitas pela Secretaria de Obras após a solicitação de moradores nos bairros, por isso, quando queima um lâmpada, a entidade conta com a colaboração da população para avisar o setor.

“Como não conseguimos passar em todas as ruas da cidade, fazemos a manutenção na iluminação pública de acordo com a solicitação dos moradores, mas com o aumento da demanda nem sempre conseguimos atender a todos os pedidos de imediato, então, dentro de um ou dois dias a gente consegue trocar a lâmpada”, explica.

Já Guabiruba possui quase 4.800 lâmpadas e aproximadamente 5.200 postes. A prefeitura recebe de quatro a cinco ligações por dia solicitando a manutenção de postes da iluminação pública, como substituição de lâmpadas, reatores, reles queimados e instalação de novas luminárias.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio