Terreno com lixo no bairro Bateas continua preocupando moradores

Acúmulo de materiais permanece sendo despejado no local desde 2008

Terreno com lixo no bairro Bateas continua preocupando moradores

Acúmulo de materiais permanece sendo despejado no local desde 2008

Pneus, materiais de construção, pedaços de plantas secas, garrafas se acumulam em montanhas de lixo no terreno da rua Max Heining – Crédito: Taiana Eberle 
Após a veiculação da reportagem, “O lixo continua…”, na edição impressa do Jornal Município de quinta-feira, 23 de fevereiro, sobre o despejo de resíduos em terrenos de Brusque e também em Guabiruba, moradores da rua Max Heining, no bairro Batêas, entraram em contato com o Jornal Município Dia a Dia. 

Eles voltaram a reclamar do acúmulo de lixo em um dos terrenos da rua. O problema do local já esteve presentes nas páginas do MDD em 2010 e agora voltou a incomodar quem reside e passa por ali. 

– Tinha dado uma trégua, mas agora piorou. Faz uns 15 dias que não aterram o lixo e esses montes estão assim. Temos moscas, insetos, baratas e outros bichos que surgem, sem falar no odor, que aumenta à noite – relata a moradora da Max Heining, Márcia Loschner.


**Confira a matéria completa na edição impressa desta quarta-feira, 29 de fevereiro. 
Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio