Terreno do Deinfra pode ser desapropriado para ampliação do quartel do Corpo de Bombeiros de Brusque

Obra pode iniciar ainda em 2014 caso se chegue a consenso com o governo estadual

Terreno do Deinfra pode ser desapropriado para ampliação do quartel do Corpo de Bombeiros de Brusque

Obra pode iniciar ainda em 2014 caso se chegue a consenso com o governo estadual

Um desejo de aproximadamente dois anos está próximo de se concretizar e trazer mais segurança para Brusque e região. Uma ampliação na estrutura do 3º Batalhão do Corpo de Bombeiros Militar de Brusque pode se iniciar ainda esse ano, se um terreno que pertence ao Departamento Estadual de Infraestrutura (Deinfra) for desapropriado.

Na quarta-feira, 29 de janeiro, o tenente Hugo Manfrin Dalossi se reuniu com o secretário de Desenvolvimento Regional de Brusque, Jones Bosio, a fim de solicitar apoio à liberação da área. “Atualmente nosso espaço já está bem limitado, então pensamos em reformular nossa estrutura para poder atender ainda melhor a população”, informa o tenente.

A área solicitada atualmente abriga o setor de perícia do Instituto Médico Legal (IML) e a garagem do Deinfra. “O terreno é bem grande, a parte que o tenente nos pediu é ociosa e não vemos problemas em passar para o Corpo de Bombeiros”, afirma o secretário Bosio. 

Se acontecer a desapropriação, serão mais 650 metros quadrados ao Corpo de Bombeiros. “Temos muita dificuldade para estacionamento de viaturas. Então nesse espaço construiríamos garagens e no segundo piso alojamentos, para ficar mais próximo das viaturas e ser mais ágil nos atendimentos”, explica o tenente Manfrin. 
O tenente ressalta que para abastecimento de água nos caminhões, as viaturas precisam estacionar na rua, prejudicando o trânsito. “E isso torna perigoso, pois um veículo pode vir na curva e não ver e causar um acidente”, diz.

A Seção de Atividades Técnicas (SAT) também conta com pouco espaço para acomodar os carros da população que utiliza o serviço. “Às vezes, chega a acumular veículos aqui na frente. Nossa ampliação é pensando em comportar nossa frota e oferecer maior conforto ao público”, diz o tenente. Segundo o tenente, com a aquisição do terreno, a estrutura será construída com recursos do Fundo Municipal de Reequipamento do Corpo de Bombeiros (Funrebom).

>> Leia matéria completa na edição do Jornal Município Dia a Dia desta sexta-feira, 31 de janeiro
Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio