Tite confirma escalação da Seleção Brasileira para enfrentar a Sérvia na Copa do Mundo

Comandante repetirá os mesmos atletas que começaram na partida contra Costa Rica

Tite confirma escalação da Seleção Brasileira para enfrentar a Sérvia na Copa do Mundo

Comandante repetirá os mesmos atletas que começaram na partida contra Costa Rica

 

Durante coletiva de imprensa na manhã desta terça-feira, 26, o técnico Tite confirmou que o time que começou a partida contra a Costa Rica e venceu por 2 a 0 está mantida. A maior dúvida permanecia no meio-de-campo, já que Willian não teve boas atuações até aqui e Douglas Costa se lesionou.

Mas a dúvida foi respondida: Willian segue com a confiança do comandante e vai começar o jogo contra a Sérvia. A partida será realizada nesta quarta-feira, 27, a partir das 15h, na capital russa, Moscou. O estádio será o Otkrytiye Arena. Curiosamente, o árbitro que da partida é o mesmo que apitou a final do futebol na Olimpíada de 2016, quando o Brasil venceu a Alemanha nos pênaltis, o iraniano Alireza Faghani.

Se vencer, o Brasil deve passar como líder do grupo, a depender do resultado entre Suíça e Costa Rica para ter esta definição. Se empatar, pode passar como primeiro ou segundo colocado. Já se perder dificilmente classificará, pois dependerá de vitória da já eliminada Costa Rica.

A escalação brasileira contará com: Alisson; Fagner, Thiago Silva, Miranda e Marcelo; Casemiro; Paulinho, Philippe Coutinho, Willian e Neymar; Gabriel Jesus.

Preocupação na direita
O lado esquerdo do ataque que o Brasil vem produzindo as melhores e mais perigosas jogadas, já que Marcelo e Neymar vêm se entendendo por ali, assim como Phillippe Coutinho. Por isso mesmo, a comissão técnica da seleção se preocupa em fortalecer também a direita, entrosando o trio Fagner, Paulinho e Willian, para que haja mais de uma boa opção ofensiva para as partidas que seguem.

O principal construtor destas jogadas era Coutinho, mas o atleta agora está cumprindo outro papel, mais central. Fagner, que entrou há pouco tempo na posição, Willian ainda apagado e o volante Paulinho quase sem alguém para jogar não estão conseguindo produzir o que são capazes.

Mais uma vez, o capitão da seleção mudou. Do zagueiro Thiago Silva, a braçadeira passou para Miranda. Questionado sobre um desempenho ainda abaixo da expectativa, o novo líder em campo minimizou. “O jogo passado já foi resolvido, o mais importante era a vitória. É passado, vamos pensar no que vem adiante, temos um adversário importante, um jogo que define nossa situação no grupo. Não temos que pensar no individual. Nosso foco agora é só na equipe da Sérvia.”

O técnico da Seleção Brasileira afirmou ainda, em sua coletiva, que a preocupação com a Sérvia é nas diversas jogadas ofensivas que a equipe tem. Para ele, a seleção adversária, que joga somente pela vitória, leva perigo. “Eles têm a característica de bola aérea ofensiva, mas também a qualidade técnica individual. Jogadores de alto nível. Temos a condição de poder neutralizar, evitar situações próximas, de faltas laterais, encurtar ou bloquear, e tirar proveito de alguma situação. Estrategicamente vamos buscar”.

Como vem a Sérvia
Vencer ou vencer. O objetivo dos sérvios na partida contra o Brasil é apenas conquistar os três pontos para conseguir uma classificação que seria considerada heroica em um grupo duro. A própria equipe considera um milagre vencer a Seleção Brasileira, mas tem fé. “Um milagre, definitivamente. Isso vai nos fazer derrubar o Brasil e chegar à proxima fase. Temos que nos concentrar e esquecer a derrota. Ainda temos dois dias para ficar prontos”, afirmou o atleta sérvio Milinkovic-Savic.

Os cuidados do Brasil devem ser com o atleta Matic, meia, os experientes laterais Kolarov e Ivanovic, o próprio Milinkovic-Savic e o atacante Mitrovic. A provável escalação conta com: Stojkovic; Ivanovic, Milenkovic, Tosic e Kolarov; Matic, Tadic, Kostic, Milinkovic-Savic e Milivojevic; Mitrovic.

 

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio