TJD/SC pune Brusque FC por pedra arremessada em campo por torcedor

A pena aplicada ao clube foi a perda de um mando de campo

TJD/SC pune Brusque FC por pedra arremessada em campo por torcedor

A pena aplicada ao clube foi a perda de um mando de campo

O Tribunal de Justiça Desportiva de Santa Catarina considerou procedente a denúncia feita contra o Brusque FC por pedra atirada em campo por torcedor.  O incidente aconteceu em partida válida pela quinta rodada da competição contra o Marcílio Dias. A pena aplicada ao clube é a perda de um mando de campo. O julgamento foi na noite de terça-feira, 16 de julho, na sede do TJD/SC, em Balneário Camboriú.

O Bruscão foi denunciado por “não prevenir ou impedir que objetos fossem atirados ao gramado”. Segundo o diretor do clube, Maurino Casagrande, o Casão, três auditores votaram para que o clube fosse penalizado na perda de um mando de campo, contra um voto para que a punição fosse em três.

Casão informa que o clube pretende cumprir a pena no domingo, contra o XV de Novembro. “Estamos contatando a diretoria do Camboriú para que o jogo seja feito lá. Se nós cumprirmos a punição no domingo, o procurador não entra com recurso, pois achou pouco apenas um jogo”.

A diretoria lamenta que esse tipo de situação aconteça em jogos. “Isso serve de alerta para que isso não volte a se repetir. Sempre é pedido para que a torcida não jogue objetos em campo. Isso só prejudica o clube”, lamenta Casão. 

Além deste caso, Bruscão foi julgado inocente da acusação de escalar o jogador Venício dos Santos Rocha de forma irregular. A votação foi de 3 a 2 para absolvição do clube. Desta maneira, o time brusquense está garantido no quadrangular final da Divisão Especial. Leia mais aqui! 
Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio