Torcedores brusquenses lamentam a eliminação do Brasil na Copa do Mundo

Derrota por 2 a 1 para a Bélgica foi acompanhada por muitas pessoas nos pontos de exibição da cidade

Torcedores brusquenses lamentam a eliminação do Brasil na Copa do Mundo

Derrota por 2 a 1 para a Bélgica foi acompanhada por muitas pessoas nos pontos de exibição da cidade

Assim como em todo o Brasil, o semblante do torcedor de Brusque era triste ao fim da partida contra a Bélgica, válida pelas quartas de final da Copa do Mundo. A derrota por 2 a 1 foi lamentada pelos torcedores que tomaram os principais pontos em que a partida era exibida.

Como a partida foi realizada às 15h desta sexta-feira, grande parte das empresas e do poder público concedeu folga a partir deste horário, o que colaborou para que houvesse lotação nos bares e lanchonetes da cidade. O resultado foi a torcida conjunta empolgada e aflição conjunta para que o Brasil fizesse o gol de empate, o que acabou não acontecendo e gerando a decepção.

Poderia ter ido mais longe

Embora a tristeza tomasse conta dos torcedores, foi unanime a noção de que o time tinha capacidade para ir mais longe na Copa. A campanha, com quatro vitórias, uma derrota, dois gols sofridos e oito marcados, deixou os fãs da Seleção Brasileira cabisbaixos, mas satisfeitos com a luta até o fim da partida.

Foi a opinião de Jean Carlos Candido, que assistiu ao jogo com os amigos no Italiano Lancheria. Ele não gostou principalmente do primeiro tempo, mas afirmou que a seleção foi bem. “O Brasil ficou muito recuado, e jogou melhor no segundo tempo. Mesmo assim achei bacana, só fiquei decepcionado porque queria o Hexa”. Para Candido, o melhor da partida foi Renato Augusto, que marcou o gol brasileiro, e o pior foi Fernandinho, autor de um gol contra. “O Brasil poderia ter ido mais longe, mas é futebol. A camisa pesa mas tem que mostrar dentro das quatro linhas”.

Adriano Trindade dos Santos conseguiu um lugar bem na frente do telão pra curtir a partida com os amigos, mas acabou assistindo de pertinho a eliminação brasileira. “Pra mim tinha que ter tirado o Fernandinho desde o início. Não gostei dele. A campanha do Brasil não foi ruim, mas poderia ter ido bem mais longe nesta Copa”.

 

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio