Traficante que atuava no Santa Terezinha é preso com 15 pedras de crack

Juliano Thomaz, conhecido como Tomate, é reincidente no tráfico de entorpecente

Traficante que atuava no Santa Terezinha é preso com 15 pedras de crack

Juliano Thomaz, conhecido como Tomate, é reincidente no tráfico de entorpecente

Policiais do Pelotão de Patrulhamento Tático (PPT) estavam realizando uma atividade física neste domingo, 23, por volta das 13h15, quando passavam pela rua Dom Jaime, bairro Santa Terezinha, avistaram alguns elementos diante da residência de número 17 e, assim que eles reconheceram que eram policiais, correram para os fundos da casa.

Foi abordado Juliano Thomaz, 36 anos, mais conhecido por Tomate. Em revista pessoal foi encontrada na cueca do suspeito uma lata contendo 15 pedras de uma substância semelhante a crack, já embalada e pronta para a comercialização. Ainda foram encontrados R$ 205 em notas de diversos valores.

Um menor de idade estava no local e também foi abordado, porém com ele nada foi encontrado. Com a autorização da mãe de Thomaz os policiais realizaram buscas no imóvel, mas nada mais foi encontrado.

O adolescente é o mesmo que recentemente foi flagrado pela Polícia Militar chegando com um televisor nesta mesma residência, ocasião em que os policiais localizaram vários produtos de origem duvidosa.

O delegado plantonista Ricardo Casarolli decidiu autuar Thomaz em flagrante e explicou que apesar da quantidade de droga apreendida hoje com o traficante não ser expressiva, há alguns Termos Circunstanciados de outros usuários que sempre mencionavam que compravam essa droga do traficante Tomate.

“Então nessa data a abordagem que resultou no encaminhamento dele para cá, fecha com todas as informações preliminares que já existiam e também por ele já ter sido preso por tráfico de drogas”, esclareceu o delegado.
Thomaz já tinha passagens policiais por tráfico de drogas e receptação e agora foi autuado no artigo 33 do Código Penal, com pena prevista de cinco a 15 anos de reclusão. Ele será encaminhado para a Unidade Prisional Avançada (UPA), ficando à disposição da justiça.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio