Transporte universitário tem horários reduzidos durante as férias

Cadastramento de novos usuários segue até 24 de julho, mas estudantes estão insatisfeitos com o serviço

Transporte universitário tem horários reduzidos durante as férias

Cadastramento de novos usuários segue até 24 de julho, mas estudantes estão insatisfeitos com o serviço

A Coordenadoria Municipal da Juventude, juntamente com o Departamento de Transporte Universitário, disponibiliza gratuitamente o transporte de universitários para os cursos que não são oferecidos nas universidades de Brusque. São três horários de ônibus para cada período do dia, que vão para a Univali em Itajaí e Balneário Camboriú, e para Furb em Blumenau. A coordenadoria realiza o cadastramento dos novos usuários para o próximo semestre até o dia 24 de julho. Os acadêmicos veteranos podem fazer a renovação da carteirinha de 1º a 31 de agosto. 

Para cada universidade, durante as férias os horários são reduzidos. A coordenadoria oferece apenas um horário de ônibus para ida e volta em cada período. O número de alunos diminui porque nem todos tem as conhecidas aulas concentradas ou intensivos. Para a Univali, por exemplo, os horários da manhã são às 7h10 para ida e às 12h30 para volta. E a noite às 18h20 para ida e às 22h30 para volta. Já na Furb, o horário matutino de ida é às 6h30 e a volta às 12h05. Para a Furb a tarde, o horário de ida é às 12h35 e de volta às 18h05; e a noite, a ida às 17h30 com volta às 22h10. O horário de ônibus durante as férias para a Furb segue até o dia 26 de julho, e para a Univali, até o dia 3 de agosto, quando termina o recesso.
Acadêmicos prejudicados

De acordo com o chefe Operacional do Departamento de Transporte Universitário, Rodolfo Ryan Beuting, os horários são mais restritos por causa do baixo número de usuários. “Funciona em regime concentrado. São poucos alunos, e tem dias que não ocupa a metade do ônibus, então é reduzido” explica. Porém, alguns acadêmicos reclamam sobre a mudança, admitindo chegaram a perder o ônibus por causa da alteração. 
A acadêmica de Educação Física na Furb, Jessica Schneider, de 22 anos, usava o transporte, mas optou por fazer uma parceria com amigos e dividir a gasolina do carro do namorado para conseguir chegar a Blumenau. Ela conta que os próprios motoristas se negam a levar menos de 20 alunos a cada viagem. “Já chegaram a não ir porque não tinha aluno suficiente. Era só um ônibus pra ir e nem assim eles foram. Eles estão recebendo para levar de qualquer maneira, nem que seja só um aluno” reclama a estudante. Para evitar mais transtornos, ela optou por fazer o trajeto de carro mesmo gastando mais.

Beuting confirmou o incidente, mas defende, garantindo que foi um caso isolado e que o departamento está aberto para auxiliar os universitários. “Foi uma questão de um dia, um equívoco. Um problema de comunicação com a empresa de transporte mesmo. Mas já foi tudo restabelecido” afirma.  A estudante ressalta que os motoristas não hesitam em reclamar para os usuários em ter de fazer as viagens. “Foram poucas as vezes que fui de ônibus, mas cada vez que a gente vai ouve reclamação ainda” lamenta Jessica.
O chefe Operacional confessa que os horários foram reduzidos para Itajaí nas últimas semanas, e oferece auxílio para os alunos que se prejudicaram. “Na verdade nessa última semana de aula na Univali, reduzimos um pouco os horários devido a demanda. Colocamos os últimos horários de cada período, porque reduziu muito o número de alunos e um ônibus já estava satisfazendo a necessidade. Disponibilizamos qualquer requerimento, qualquer declaração que o aluno que faltou for precisar, estamos a disposição para qualquer tipo de esclarecimento” explica. Segundo ele, os alunos são avisados somente através do site da prefeitura sobre a redução de horários, mas já planeja uma outra forma de comunicação pela internet, com um box no site de cadastramento que possa informar melhor as mudanças.


Veteranos e calouros

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio