Tratamento de viroses representa cerca de 70% dos atendimentos de Saúde em Brusque

A doença infectocontagiosa permanece instalada no organismo por três a quatro dias

Tratamento de viroses representa cerca de 70% dos atendimentos de Saúde em Brusque

A doença infectocontagiosa permanece instalada no organismo por três a quatro dias

Com as altas temperaturas, os cuidados com a saúde precisam ser redobrados. Nesta época, qualquer descuido com a alimentação e a higiene podem se transformar em um problema muito comum no verão: a virose.

Segundo dados da Secretaria de Saúde, desde o início de dezembro, quando as temperaturas começaram a subir, 70% dos atendimentos no pronto-atendimento e nas unidades básicas de saúde do município estão relacionadas às viroses. “Começaram os atendimentos em dezembro e a expectativa é que sigam até março, quando acaba o verão. Os principais sintomas são o vômito e a diarreia”, afirma a enfermeira do Centro de Serviços em Saúde de Brusque, Vera Lúcia Civinski.

De acordo com ela, a virose é uma doença infectocontagiosa, por isso, os atendimentos precisam ter um controle maior. “Cada atendimento precisamos anotar o nome, o bairro, a faixa etária e a conduta que se teve para tratamento, para facilitar outros diagnósticos”, destaca.

Apesar de um grande número de atendimentos por causa da virose, neste ano, foram registrados menos encaminhamentos para os hospitais. “Encaminhamos poucos casos para o hospital para um tratamento mais sério. Quase todos se resolveram no pronto-atendimento”, informa.

Cuidados

A doença permanece instalada no organismo por três a quatro dias. Nesse período, a enfermeira destaca que é importante que a pessoa que está com a infecção, priorize uma alimentação leve para se recuperar mais rápido. “Quando a pessoa está com a virose, tem que dar um tempo para o intestino se livrar da bactéria, por isso, é importante tomar líquidos à vontade. A gelatina e o soro caseiro também são importantes. No caso de alimentos mais sólidos, dar preferência às torradas, caldos de sopa, e purê de batata sem creme de leite. O interessante não é a comida, mas a quantidade de líquido que vai repor”.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio