Página 3

Bastidores da política e do Judiciário, opiniões sobre os acontecimentos da cidade e vigilância à aplicação do dinheiro público

TSE divulga limite de gastos das campanhas para as eleições de 2018

Página 3

Bastidores da política e do Judiciário, opiniões sobre os acontecimentos da cidade e vigilância à aplicação do dinheiro público

TSE divulga limite de gastos das campanhas para as eleições de 2018

Página 3

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) publicou na semana passada os tetos de gastos de campanha eleitoral por cargo eletivo e os limites quantitativos para contratação de pessoal a serviço das campanhas nas eleições gerais de 2018.

Leia também:
Criminoso usa fotos de jovens para oferecer serviços de prostituição
Quase 70 casais de Brusque aguardam crianças aptas à adoção

Os maiores limites estão previstos para o cargo de presidente da República, sendo de R$ 70 milhões para o primeiro turno das eleições, com acréscimo de R$ 35 milhões na hipótese de realização de segundo turno.

Nas campanhas para o cargo de deputado federal, foi fixado o teto de gastos de R$ 2,5 milhões. E, no caso dos candidatos a deputado estadual, o valor máximo a ser gasto é de R$ 1 milhão.

Já para os cargos de governador e de senador, os limites de gastos vão variar de acordo com o eleitorado da respectiva unidade da federação.

Por exemplo, nos estados com até um milhão de eleitores, as campanhas para o governo estadual devem respeitar o teto de R$ 2,8 milhões.

Leia também:
Empresa de São Paulo que se instalaria em Brusque vai para Itajaí
Quase três anos depois, lei que normatiza fiação de postes será regulamentada

A campanha eleitoral de cada candidato deverá seguir legislação específica acerca dos limites quantitativos para a contratação direta ou terceirizada de pessoal para a prestação de serviços referentes a atividades de militância e mobilização de rua.

 

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio