Unifebe fecha parceria com Colégio Amplo e terá Ensino Médio em 2018

Alunos da escola ocuparão o bloco D da instituição

Unifebe fecha parceria com Colégio Amplo e terá Ensino Médio em 2018

Alunos da escola ocuparão o bloco D da instituição

O Centro Universitário de Brusque (Unifebe) anunciou, nesta quinta-feira, 5, uma parceria com o Colégio Amplo para, a partir de 2018, ofertar o Ensino Médio dentro da instituição. A intenção é que os estudantes tenham uma grade curricular diferenciada e que possam usufruir da infraestrutura da Unifebe.

Com este anúncio, a Unifebe segue os passos de outras instituições da Associação Catarinense das Fundações Educacionais (Acafe) – como a Universidade Regional de Blumenau (Furb), que tem a Etevi, e a Univali, que tem o CAU.

De acordo com o reitor da Unifebe, Günther Lother Pertschy, a instituição buscava uma parceria para ter o Ensino Médio há cerca de dois anos. Neste período, ele visitou instituições no Brasil e no exterior para conhecer diferentes modelos.

“Os nossos conselhos Curador, Administrativo e Universitário vinham solicitando alternativas para Ensino Médio e também para a ociosidade de espaços físicos no período diurno”, diz o reitor. Segundo Pertschy, o Amplo tem uma alta taxa de aprovação em vestibulares, um ensino inovador e 20 anos de tradição, por isso a parceria foi possível.

Todos os trâmites burocráticos para que o Amplo funcione dentro da Unifebe já estão em andamento. Os estudantes ficarão alocados no bloco D.

Maicon Moresco, diretor do Colégio Amplo, diz que neste bloco é possível delimitar o espaço e dar a segurança para que os estudantes fiquem no local. Funcionarão, já a partir de 2018, as turmas do primeiro, segundo e terceiro anos do Ensino Médio. Os estudantes terão à disposição os laboratórios que funcionam no bloco D.

O colégio que irá funcionar dentro da Unifebe ainda não tem nome. As duas instituições ainda discutem algumas possibilidades, seja por manter Amplo ou optar por outro, com a marca do centro universitário.

De acordo com Moresco, o período de matrículas começará na próxima segunda-feira, 9, tanto no endereço atual do Amplo, no Jardim Maluche, quanto na Unifebe. Não foi definido um número limite de vagas, já que o espaço da Unifebe é bem maior do que o atual prédio do colégio.

Ensino terá diferencial
A intenção das duas instituições é começar no ano que vem é colocar em prática um Ensino Médio diferente do que já existe na região, com uma grade mais dinâmica e moderna.

“Nossa forma de operar hoje é parecida com o que o mercado oferece. A ideia é que a gente dê um salto, com toda a infraestrutura e a capacidade técnica da Unifebe, para criar um modelo diferenciado”, diz Moresco.

Em 2018, a grade curricular será tradicional, mas começará a mudar gradativamente, num período de transição. Segundo o diretor, serão oferecidas oficinas não-obrigatórias no contraturno. Em 2019, haverá um Ensino Médio totalmente diferente.

Pertschy afirma que a parceria estará alinha à reforma do Ensino Médio. “Será um ensino que contemple a nova legislação e tenha diferenciais com a estrutura da Unifebe e a excelência que o Amplo traz, para que a gente amplie ofereça mais diferenciais”.

Os alunos que optarem por estudar na escola parceira da Unifebe terão um diferencial quando forem para a Educação Superior. Por ser a mesma instituição, os cursos de graduação e pós-graduação estarão alinhados com o Ensino Médio.

No entanto, Pertschy destaca que o objetivo é formar jovens de forma diferenciada, capacitados para cursar universidades de todo o país.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio