Unifebe lança Instituto de Pesquisas Sociais

Serviço atuará em levantamentos econômicos e sociais para empresas e órgãos públicos

Unifebe lança Instituto de Pesquisas Sociais

Serviço atuará em levantamentos econômicos e sociais para empresas e órgãos públicos

O Centro Universitário de Brusque (Unifebe) agora conta com o Instituto de Pesquisas Sociais (IPS). O novo serviço oferecido pela instituição vai atuar na área de pesquisa de cunho econômico, como levantamento de preços e Produto Interno Bruto (PIB) dos municípios da região, e também de cunho social, com pesquisas eleitorais, comportamentais, perfis dos bairros da cidade entre outros.

O coordenador do IPS, Wagner Dantas, explica que o instituto vai atuar por demanda, assim, os serviços poderão ser contratados tanto por empresas privadas e também prefeituras e outros órgãos públicos. “Se uma empresa quiser fazer pesquisa de aceitação de um determinado produto, pode nos solicitar. Assim como as prefeituras que quiserem saber informações mais detalhadas sobre determinado local para poder planejar suas ações, também será possível”.

Dantas afirma que a ideia do instituto não é atuar apenas em pequenas pesquisas, mas ampliar seu campo para levantamentos estaduais. “Queremos atuar em todo o Vale do Itajaí, e também no estado, para isso, vamos atuar em conjunto com o instituto que está sendo criado pela Acafe [Associação Catarinense das Fundações Educacionais], sistema que a Unifebe faz parte. Então, poderemos expandir para grandes pesquisas dentro do estado”, diz.

Os estudantes dos cursos da área de Gestão e de Ciências Sociais aplicadas da Unifebe é que farão parte da equipe do instituto, além de professores da instituição. “Conforme a nossa demanda, os alunos que fazem parte do nosso banco de talentos serão selecionados e capacitados para cada tipo de pesquisa. O trabalho será remunerado e muito importante para a comunidade”, destaca.

Para poder iniciar o trabalho, o instituto brusquense teve parcerias técnicas com a Universidade do Vale do Itajaí (Univali). “Alguns alunos já participaram de pesquisas com a Univali para ver como funciona. Dependendo do tipo, se for um levantamento de âmbito municipal, tudo será apurado dentro da Unifebe, se for uma pesquisa maior, vamos atuar junto com os demais institutos de pesquisas das outras universidades da Acafe”, diz.

Para ele, ter um instituto de pesquisa dentro do município é muito importante para o planejamento de ações que podem contribuir com o desenvolvimento. “Este é um passo muito importante. É o primeiro instituto de pesquisa dentro da cidade. Aos poucos, com os dados em mãos, poderemos entender melhor como funciona e quais os costumes de nossa cidade e região”.

 

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio