Vantagem gigante: Bruscão vence Camboriú fora de casa e encaminha a conquista da segundona

Equipe domina primeiro jogo da final e pode ser campeã até com derrota em casa

Vantagem gigante: Bruscão vence Camboriú fora de casa e encaminha a conquista da segundona

Equipe domina primeiro jogo da final e pode ser campeã até com derrota em casa

O Bruscão encaminhou a conquista da Série B do Catarinão com uma vitória maiúscula pra cima do Camboriú neste domingo (23). Com gol de Eydison, já na segunda etapa, o time brusquense venceu por 1 a 0 e agora pode até perder por um gol de diferença em casa que se torna campeão da segundona.

GALERIA 
A equipe foi superior ao adversário durante praticamente os 90 minutos e poderia até mesmo sair com uma vantagem mais expressiva do Robertão. Foram 13 finalizações da equipe contra apenas 7 do adversário. Além do gol, o Marreco ainda criou outras sete situações claras de gol, diante apenas duas do rival.Os times voltam a se enfrentar agora no próximo domingo, 30, desta vez no Augusto Bauer. Para essa partida, o Brusque não contará com Negueti, suspenso. O mesmo ocorre com o volante Duda e o lateral Leandro Silva, desfalques do Camboriú.

O jogo
Quem precisava buscar o resultado era o Camboriú, mas foi o Bruscão que se sentiu em casa no Robertão. Depois de dois empates na primeira fase, as equipes fizeram um jogo bem mais agitado, apesar da quantidade expressiva de faltas. O árbitro Jefferson Schmidt não economizou e marcou a média de uma falta a cada dois minutos na etapa inicial.A maioria das infrações foram da equipe brusquense: 20 das 28.Somente nos 20 minutos inicias, 18 faltas já haviam sido marcadas, 12 do time quadricolor.Nos primeiros minutos do jogo, o Cambura se jogou ao ataque, mas logo o Bruscão equilibrou. Apesar das duas equipes terem posse de bola semelhante, foram do Marreco as melhores oportunidades no pouco tempo em que a bola rolou. A equipe teve pelo menos três chances claras, além de um gol anulado de Tony e uma bola na trave de Eydison. O rival, embora tenha chegado menos, também levou perigo, como na cobrança de falta de Michel que Wanderson defendeu antes de a bola pegar no travessão.

Etapa final
Na etapa final, o Brusque começou no mesmo embalo com que terminou o primeiro tempo. Em 10 minutos, a equipe criou duas chances claras de gol e ainda viu a falta cobrada por João Neto tirar tinta da trave. Sentindo o momento, a torcida brusquense, que parecia em casa em Camboriú, também cresceu.O gol parecia questão de tempo. Tony, em chute colocado, tirou o uhh da torcida. Depois, o gol não saiu em um lance impressionante aos 16 minutos. Após cobrança de escanteio, Negueti desviou e Rogélio de carrinho, por frações de segundos, não conseguiu completar para o gol vazio.Até então, o Brusque já havia finalizado cinco vezes somente no segundo tempo, contra nenhuma do Cambura.

Aos 22 minutos, enfim a superioridade foi transformada em gol. Eydison fez a torcida explodir no Robertão. Em velocidade, o atacante ganhou na corrida de Milanez, foi segurado pelo adversário dentro da área, mas continuou na jogada para dar um biquinho e abrir o placar para o Bruscão.Atrás no placar, o Cambura finalizou pela primeira vez na segunda etapa apenas aos 25 minutos, mas foi o Bruscão que continuou criando chances de gol. Jean Carlos e Matheus Paraná ainda entraram no lugar de Tony e Eydison, ambos muito aplaudidos pela torcida. O Cambura se jogou à frente, mas sem levar riscos, anda viu Jean Carlos e  Matheus Paraná por pouco não dilatarem o placar.

Confira na edição impressa do MDD desta segunda-feira, 24 de agosto, todos os detalhes e a cobertura completa do primeiro jogo da final.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio