Vasco perde para o Bahia e volta a flertar com rebaixamento no Brasileirão

Cruzmaltino foi derrotado na Fonte Nova por 3 a 0 e se reaproximou do Z-4

Vasco perde para o Bahia e volta a flertar com rebaixamento no Brasileirão

Cruzmaltino foi derrotado na Fonte Nova por 3 a 0 e se reaproximou do Z-4

Já são cinco jogos sem vencer, com três derrotas e dois empates nesta péssima sequência. O recente retrospecto do Vasco preocupa, principalmente após a apática derrota na tarde de domingo, 20, para o Bahia, pelo placar de 3 a 0. O resultado fez o time da cruz de Malta perder posição e voltar a flertar com o rebaixamento nesta edição do Brasileirão.

Velocidade baiana
O tricolor baiano surpreendeu na partida desde o primeiro minuto, mostrando velocidade e vontade de vencer. Foi o Vasco quem começou atacando e propondo o jogo, com chute de Wagner aos dois minutos, mas mal sabia o técnico Milton Mendes que era exatamente isso que o Bahia precisava para completar sua armadilha. Apostando nos contra-ataques, o time da casa se deu bem.

Conquistou um escanteio aos 22 do primeiro tempo o qual o zagueiro Tiago aproveitou para cabecear com maestria, primeiro para o poste, depois para a rede. O Vasco buscou o empate, acertou bola na trave e preocupou o goleiro Jean, mas aos 48 minutos Mendoza tratou de acalmar os ânimos. Ele começou a jogada, foi ganhando aos trancos e barrancos no meio-de-campo, levou o time vascaíno e, por fim, driblou Martín Silva para tocar para as redes e soltar o grito na garganta dos baianos.

Gol relâmpago e vitória
O Bahia precisou de um minuto para liquidar a fatura na Arena Fonte Nova. Mendoza voltou a aprontar das suas, e após uma bonita triangulação do tricolor e chute de Rodrigão, Martin Silva deu rebote e o meia completou para as redes.

Atônito e sem forças para reagir, o Vasco apenas trocava passes e aguardava o apito final. Os setores de meio-campo e ataque não funcionaram, o que para o Bahia era excelente. O próprio mandante evitou se expor após o terceiro gol, e com isso foi administrando a partida até o apito final.

Avaí 1×1 São Paulo
Na luta contra o rebaixamento, o empate não foi bom para ninguém. Com o resultado, o Avaí caiu para a vice-lanterna e o São Paulo segue perigosamente próximo da zona de rebaixamento. Quem abriu o placar foi Junior Dutra, do Avaí, de pênalti. Também com penalidade o tricolor chegou ao empate, no segundo tempo. Hernanes marcou o único gol do São Paulo na partida, minutos antes do fim.

Ponte Preta 2×1 Botafogo
A Ponte venceu o Fogão e subiu de elevador na tabela do Campeonato Brasileiro. O nome da partida foi o icônico e veterano Emerson Sheik. Ele marcou o primeiro gol da partida aos 12 minutos de jogo após cobrança de escanteio em que ele dominou e chutou. Brenner deixou tudo igual aos 20, em cobrança de pênalti. Mas aos 42 minutos do segundo tempo, Sheik marcou um golaço em chute de primeira para as redes.

Grêmio 0x0 Atlético-PR
Em um jogo sem emoções, o Grêmio perdeu a oportunidade de colar no Corinthians, que havia perdido no sábado para o Vitória. O tricolor foi a campo novamente com os reservas, pois Renato Gaúcho poupa os titulares para a semifinal da Copa do Brasil. O Furacão, principalmente no segundo tempo, teve as melhores chances da partida, mas não conquistou a vitória e perdeu posição na tabela.

Série B

Internacional vence e faz sombra no líder
O Inter venceu o ABC (RN) com propriedade fora de casa, no estádio Frasqueirão, pelo Brasileirão Série B. Eduardo Sasha, D’Alessandro e William Pottker marcaram à favor do colorado. Com o empate do líder América-MG jogando contra o Goiás, a diferença para o líder agora é de apenas um ponto. O Criciúma ficou apenas no empate com o Oeste (SP) e caiu três posições na tabela.

 

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio