Vereador pede vistas a projeto do Executivo

Legislação voltará para a pauta na próxima reunião e quer autorizar a prefeitura a ceder servidores efetivos para órgãos públicos e entidades sem fins lucrativos

Vereador pede vistas a projeto do Executivo

Legislação voltará para a pauta na próxima reunião e quer autorizar a prefeitura a ceder servidores efetivos para órgãos públicos e entidades sem fins lucrativos

Na reunião desta terça-feira, 29 de agosto, na Câmara de Vereadores de Brusque, o único projeto inédito que estava para votação acabou não sendo votado. 

Se tratava do projeto nº 88/2012, de origem executiva, que “Autoriza o poder executivo municipal a celebrar convênio para cessão de servidores públicos efetivos a órgãos públicos e instituições sem fins lucrativos”. 

A proposta foi remetida para à Câmara em 20 de agosto, em regime urgência e estava na pauta da reunião para obter votação única. Entretanto, Dejair Machado (PSD) pediu vistas à proposta do Executivo, pois havia dúvidas tanto de sua parte, quanto do presidente Celso Carlos Emydio da Silva (PSD).

– Não estava bem claro no projeto de quem será a responsabilidade do pagamento desses servidores. Fica com a prefeitura ou com a entidade – questionou Dejair.

O pedido de vistas recebeu votos unânimes de todos os vereadores, com compromisso de estar na pauta da próxima reunião, marcada para a terça-feira, 4 de setembro, às 13h30.

** Saiba mais na edição impressa desta quarta-feira, 29 de agosto.
Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio