Vereadores, prefeito e vice-prefeito eleitos em Guabiruba são diplomados

Eles receberam os documentos ontem, em sessão solene presidida pela Justiça Eleitoral

Vereadores, prefeito e vice-prefeito eleitos em Guabiruba são diplomados

Eles receberam os documentos ontem, em sessão solene presidida pela Justiça Eleitoral

Os vereadores, prefeito e vice-prefeito eleitos para a próxima legislatura em Guabiruba foram diplomados nesta quinta-feira, 15, à tarde. A cerimônia de diplomação, conduzida pela Justiça Eleitoral, teve início pouco depois das 17h.

A sessão foi presidida pela juíza Clarice Ana Lanzarini, da 5 ª Zona Eleitoral, e também contou com a presença do tenente-coronel Moacir Gomes Ribeiro, comandante do 18º Batalhão de Polícia Militar, do promotor eleitoral Cristiano José Gomes e de convidados.

A diplomação é o último ato conduzido pela Justiça Eleitoral. O próximo passo é a tomada de posse, que ocorrerá em 1º de janeiro de 2017, mas quem conduz esse procedimento é o Poder Executivo. Os titulares foram diplomados na cerimônia, enquanto os documentos dos suplentes foram assinados eletronicamente.

Os vereadores foram chamados para receber os diplomas por ordem alfabética. Alguns reeleitos e acostumados ao ato, mostraram-se tranquilos, enquanto os novatos estavam mais nervosos.

Após a entrega dos diplomas, o vereador mais votado, Harri Westarb (DEM), o Godo, discursou em nome dos parlamentares. E o prefeito Matias Kohler (PP) também falou à plateia.


 

Juíza destaca ética na política

A juíza Clarice Ana Lanzarini, que presidiu a sessão, discursou após os atos solenes. A magistrada lembrou que estiveram reunidos no mesmo espaço os poderes Judiciário, Executivo e Legislativo, pilares da democracia.

Ela salientou que essa união é importante principalmente neste momento em que a República passa por turbulências. Clarice também destacou do simbolismo que a diplomação representa.

“É uma cerimônia simples, mas o fato de ser simples não quer dizer que não seja bonita e importante”, afirmou. “Que os eleitos se pautem pela simplicidade”, disse a juíza eleitoral. Ela também apelou aos diplomados que façam política no bom sentido e com ética.

Clarice também aproveitou o discurso para falar sobre a briga entre o Judiciário e o Congresso Nacional. “O que o Congresso está tentando fazer é amordaçar o Judiciário”, disse. Ele se referiu ao projeto de lei sobre abuso de autoridade, que poderá restringir a ação de juízes e promotores, que poderá ser aprovado no Senado em 2017.

A magistrada criticou os senadores e deputados. “O parlamento abarca pessoas que transformam o Congresso em um asilo de consciências culpadas”.


 

Vereador pede união

Godo foi o mais votado em Guabiruba, com quase 800 votos. Acostumado a aparecer em frente à plateia com chuteiras e em um gramado, o atacante e artilheiro do Olaria se mostrou um pouco nervoso para o discurso.

O vereador diplomado agradeceu à família, aos amigos e à população do município. Também contou que passou por momentos difíceis neste ano porque suas filhas tiveram problemas de saúde.

Na parte política, Godo pediu união aos parlamentares. “Indiferente de partidos, vamos trabalhar juntos”, discursou.

Mais cedo, em entrevista à imprensa, ele também contou que pretende trabalhar em prol do esporte amador do município, para que mais equipes façam como o Olaria e joguem torneios regionais.

O vereador disse que não terá apenas um foco durante o seu mandato e que buscará atuar em todas as áreas – como saúde e educação.


 

Matias pede que eleitos sejam “diferentes”

Reeleito após uma eleição acirrada, Matias Kohler pautou o seu discurso na credibilidade da classe política e na ética. O prefeito disse que continuará com o mesmo estilo de administração.

“Reafirmamos o compromisso de se pautar na seriedade e na lisura”, disse o prefeito de Guabiruba. Ele relacionou esse compromisso com o momento do país, com o Congresso Nacional e com as instituições desacreditadas.

Kohler disse que um dos principais desafios do momento é recuperar a credibilidade dos políticos. O reeleito salientou que não adianta esperar pela mudança em Brasília ou Florianópolis.

“As coisas não vão começar a mudar se não fizermos nada em Guabiruba”. O prefeito pediu aos eleitos que mostrem que são “diferentes”.

Em entrevista anterior ao discurso, o prefeito afirmou que pretende continuar a trabalhar para manter a gestão do município e que irá focar nas pavimentações, na medida do possível. De acordo com ele, essa é a principal reivindicação da população.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio