Vice-presidência regional da Fiesc e sindicatos patronais realizam curso em Brusque

Evento ocorreu na noite desta quinta-feira, 13, e reuniu cerca de 50 pessoas ligadas às indústrias da região

Vice-presidência regional da Fiesc e sindicatos patronais realizam curso em Brusque

Evento ocorreu na noite desta quinta-feira, 13, e reuniu cerca de 50 pessoas ligadas às indústrias da região

Melhorar a comunicação interpessoal das pessoas ligadas a indústria regional, colaborando, com o seu desenvolvimento, foi o principal objetivo de um curso realizado na noite de quinta-feira, 13, pela  vice-presidência regional da Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (Fiesc) no Vale do Itajaí Mirim, em conjunto com os sindicatos patronais de Brusque (Sifitec – Têxtil, SimmeBr – Metalúrgico, Sindivest – Vestuário e Sinduscon – Construção Civil). Ao todo, foram quase quatro horas de conteúdos programáticos.

A aula foi ministrada pela instrutora de competências para o trabalho do Serviço Social da Indústria (SESI), Fabiana Winter, para um público aproximado de 50 profissionais das indústrias da região, que tiveram noções sobre as formas de comunicação verbal, simbólica e não-verbal, além da sua importância no ambiente laboral. Os participantes tiveram ainda, várias atividades práticas.

“Eles irão utilizar isso tanto na vida pessoal quanto na profissional, pois estão  se comunicando a todos os momentos e, em muitos deles, a comunicação é falha. Portanto, é interessante percebermos ferramentas diferentes para a gente se perceber neste processo e sabermos como estamos nos comunicando”, afirma Fabiana. Ela ressalta que evitar falhas de comunicação no ambiente interno das empresas – o famoso ‘telefone sem fio’ – pode ajudar a melhorar os seus rendimentos, fazendo com que todas as mensagens sejam passadas com clareza nos diversos setores das organizações.

Realizar autocrítica é, ainda de acordo com a instrutora, o primeiro e um dos mais importantes passos para solucionar latentes problemas de comunicação, quer no ambiente corporativo ou, até mesmo, familiar.

Participante do curso, Leonice Pfleger, coordenadora de Recursos Humanos da empresa Molas Brusque, acredita que a experiência foi bastante válida. Para ela, ficou claro que uma comunicação eficaz no ambiente de trabalho é capaz de potencializar as aptidões de um grupo de colaboradores.

“Nesta era da comunicação é essencial se fazer entender. Neste curso entendemos como criar e manter um processo de comunicação eficaz através do saber ouvir e principalmente, do colocar-se no lugar do outro. Dessa forma nos tornamos mais proativos, flexíveis e criativos, podendo assim, trabalhar melhor em equipe. Afinal, é através da comunicação que partilhamos quem somos e atingimos nossos objetivos”, complementa.

Durante o curso, foram discutidos vários assuntos. Entre eles, os distúrbios comunicativos, as interferências e ruídos e seus recursos para minimizá-los, as barreiras de uma comunicação eficaz, habilidades de transmissão, compreensão, interpretação e feedback, além do reconhecimento das diversas formas de comunicação em diferentes contextos.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio