Vignatti é eleito presidente do PT de Santa Catarina no primeiro turno

Resultado oficial será divulgado nesta segunda-feira, 11, ou terça-feira 12. Segundo resultado parcial, Vignatti vence com mais da metade dos votos válidos

Vignatti é eleito presidente do PT de Santa Catarina no primeiro turno

Resultado oficial será divulgado nesta segunda-feira, 11, ou terça-feira 12. Segundo resultado parcial, Vignatti vence com mais da metade dos votos válidos

As eleições das executivas estadual e federal do Partido dos Trabalhadores (PT), realizadas neste domingo, 10, devem ter seu resultado oficial divulgado na segunda-feira, 11 ou terça-feira, 12. Isso porque uma parcela dos diretórios dos municípios enviará os dados das urnas apenas pelo correio – já que a votação foi por cédulas. O resultado parcial divulgado na noite deste domingo, 10, mostrava vitória do ex-deputado federal Cláudio Vignatti, com 57% do total de votos.

Até às 21h30 deste domingo, haviam sido apurados votos de 126 dos 230 municípios catarinenses. O resultado divulgado pelo diretório estadual do partido dava ampla vantagem ao candidato do oeste catarinense. Paulo Eccel, prefeito de Brusque, tinha 39% dos votos.

Vignatti: quero reunificar o PT

Às 21h20 deste domingo, quando o MDD contatou Cláudio Vignatti, ele já assumia a vitória no pleito. “Pra mim é uma grande alegria, ganhamos no primeiro turno, baseados em uma proposta de renovação, e de uma relação forte com a base eleitoral. Foi uma vitória de um projeto político que busca uma alternativa ao atual governo estadual, e a unificação do partido”, afirmou.

Paulo Eccel demonstrou satisfação com o resultado do pleito em Brusque – ele fez 303 votos e Vignatti apenas 1 – apesar da derrota na majoritária. “Foi uma votação expressiva que demonstrou respeito à liderança. O apoio foi extraordinário”, disse, “espero que ele [Vignatti] entregue ao PT aquilo que ele prometeu na campanha”.
Pleito municipal

Na eleição municipal, Felipe Belotto, que concorria em chapa única, foi reeleito, com 284 dos 310 possíveis. No município, 310 dos pouco mais de 400 petistas aptos a votar compareceram às urnas. Para Belotto, este é o momento de consolidar o partido no município. “Vamos continuar com o projeto de democratizar as discussões, fazer reuniões sempre e unificar o partido. Além disso, precisamos de representação, e trabalharemos no projeto para eleger um deputado estadual do PT”, disse.
Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio