Após infecção, vítima de intoxicação em empresa está próximo de receber alta

José Mendes sofreu acidente de trabalho há um mês e contraiu bactéria que atrasou recuperação

  • Por Miriany Farias
  • 6:30
  • Atualizado às 14:19

Após infecção, vítima de intoxicação em empresa está próximo de receber alta

José Mendes sofreu acidente de trabalho há um mês e contraiu bactéria que atrasou recuperação

  • Por Miriany Farias
  • 6:30
  • Atualizado às 14:19
  • +A-A

Na próxima semana, José Cláudio Mendes da Silva, 36 anos, deve receber alta do Hospital Santo Antônio, em Blumenau. Ele está internado há um mês, após sofrer um grave acidente com produtos químicos na empresa em que trabalha, na rua Abraão Souza e Silva, no bairro Bateas, junto com outro funcionário.

Silva foi conduzido ao hospital em estado grave, inconsciente, pelo helicóptero Arcanjo-03, do Corpo de Bombeiros. Segundo o médico do helicóptero, o funcionário foi vítima de intoxicação por produto químico.
O irmão dele, Gidevaldo Mendes da Silva, 30, conta que José Cláudio ficou internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) por 13 dias. Agora, o irmão está no quarto, mas ainda se recupera de uma bactéria que contraiu.

“Ele já está conversando, mas evitamos falar do acidente, pois recebemos orientações dos médicos de que ele não pode sofrer nenhuma emoção, pois a inalação atingiu os rins”, explica.

No hospital, José Cláudio passa por tratamentos psicológicos para se recuperar do trauma e recebe ainda acompanhamento de nutricionista e fisioterapeuta. “O médico nos disse que pode ser que receba alta ainda no domingo. Se não for, no máximo até terça-feira estará em casa”, comemora.

Outra vítima teve alta
O outro funcionário que também se intoxicou por conta do acidente, William Xavier dos Santos, 35, foi internado no Hospital Azambuja e permaneceu por alguns dias também na UTI, mas teve alta.

O acidente aconteceu em 11 de abril, quando os dois faziam a limpeza de um tanque vazio de 2 mil litros que armazena produto químico para tingimento de malha. Como o local estava muito quente, o vapor residual dos produtos que contêm enxofre, possivelmente reagiram com a água utilizada para a limpeza e os intoxicaram.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio