João Vítor Roberge

joao@omunicipio.com.br

Vitória do Brusque sobre o Tombense mostra alternativas interessantes no ataque

João Vítor Roberge

joao@omunicipio.com.br

Vitória do Brusque sobre o Tombense mostra alternativas interessantes no ataque

João Vítor Roberge

O Brusque enfim marcou um golzinho, depois de ficar em branco nas derrotas diante de Chapecoense e Ceará, e conseguiu uma vitória muito importante na Série C, que, afinal de contas, é o campeonato mais importante. Dandan não justificou a titularidade na partida, mas Jerson Testoni corrigiu falhas da equipe, que esteve melhor com Maurício Garcez e Geovane Itinga jogando juntos. Pelo que fizeram contra o Tombense (MG), podem ser boas alternativas no ataque. Destaque também para Cleyton, com atuação muito segura substituindo um desastrado e lesionado Ianson, e para Emerson Martins.

Provas de fogo

Enquanto o Brusque vai vencendo (muitas vezes sem convencer) na Série C, os adversários tropeçam, e o Marreco consegue, com sorte e muito mérito, liderar o Grupo B com um jogo a menos. Mas é importante que se note que há três adversários restantes no primeiro turno: Londrina e Criciúma, provenientes da Série B, e o Volta Redonda (RJ). Os três brigam na parte de cima da tabela e querem subir. Podem ser testes muito mais fortes do que o desfalcado Tombense e os fragilizados Boa Esporte (MG) e São Bento (SP). Vitórias nas próximas partidas deixariam ainda mais evidente a briga do Brusque no Brasileiro.

Ver o que dá

Sem Thiago Alagoano (suspenso por bobagem), o Brusque visita o Ceará nesta quarta-feira, 23, sem nada a perder, porque o que havia a perder foi perdido no jogo de ida da quarta fase da Copa do Brasil. O quadricolor pode testar Itinga e Garcez novamente, pode ver pode tentar aprontar o crime em Fortaleza, aproveitar algum descuido dos anfitriões, mas provavelmente terminará sua campanha espetacular ali. A classificação às oitavas de final beira o impossível, precisando reverter um 2 a 0 fora de casa. De qualquer forma, o Brusque já contrariou minhas expectativas pessimistas inúmeras vezes, vai que repete a dose.

Publicado por João Szpoganicz em Curto Fotos Antigas de Brusque

Base quadricolor

Eis o time Infantil do Brusque em março de 1989, no campo do Santos Dumont.De acordo com João Szpoganicz, os jogadores são os seguintes: de pé: Dimitri Valle, Evandro Bonamente, Júnior, Badelo, Ruy e Acácio. Agachados: Sidnei Pulga, Fabricio Tiss, Rafael Gevaerd, Raco e Bijo. O técnico era Afonso Schmidt. Quer compartilhar uma memória do esporte? Envie um e-mail com assunto “memória do esporte” para joao@omunicipio.com.br.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo