Apenas 17 médicos são credenciados no plano SC Saúde em Brusque

Criado em 2012, plano de saúde do governo estadual ainda não é bem aceito entre os profissionais brusquenses

Apenas 17 médicos são credenciados no plano SC Saúde em Brusque

Criado em 2012, plano de saúde do governo estadual ainda não é bem aceito entre os profissionais brusquenses

Apenas 43 prestadores de serviço de saúde são credenciados ao SC Saúde, plano de saúde do governo do estado, em Brusque. O assunto foi levantado pelo vereador Ivan Martins (PSD) que irá apresentar requerimento para ser discutido e votado na primeira sessão da Câmara de Vereadores de Brusque, no dia 3 de fevereiro.

De acordo com o vereador, os funcionários públicos estaduais estão encontrando dificuldades devido ao baixo número de médicos credenciados ao plano. “O número é muito reduzido. E os servidores que tem o plano precisam se deslocar para outros municípios para receberem atendimento, principalmente Blumenau e Florianópolis”, afirma.

O objetivo do requerimento que será apresentado é discutir a baixa adesão ao convênio com as entidades responsáveis e chegar a uma solução. “Queremos buscar dentro da comissão técnica responsável por essa área um entendimento para que os médicos sejam conscientizados da necessidade de se credenciarem ao SC Saúde porque ele atinge um número muito grande de pessoas em Brusque”.

O coordenador regional do Sindicato dos Trabalhadores na Educação (Sinte) de Brusque, Agenor Leal, afirma que a falta de médicos credenciados ao plano é antiga no município. “Desde que o plano foi criado temos esse problema. O próprio plano e o sindicato tentou negociar com os médicos, mas não houve sucesso”, diz.

Ele destaca que um dos principais motivos para a baixa adesão ao convênio pelos profissionais brusquenses é o pagamento. “Muitos médicos alegam que o estado demora a pagar, falta confiança no governo, por isso não se credenciam. E quem sofre são os servidores, que precisam gastar dinheiro para se deslocar até outras cidades para conseguir atendimento”.

Entre os hospitais, apenas o Hospital e Maternidade Evangélico está credenciado ao SC Saúde. Já no Hospital Azambuja, a previsão é que passem a atender pelo convênio a partir de março. “Não nos credenciamos antes por questões burocráticas nossas. Tínhamos certidão negativa de débito com o estado, com isso, até poderíamos nos credenciar, mas não receberíamos, por isso, optamos por nos regularizar primeiro, o que deve acontecer agora em fevereiro, e em março devemos nos credenciar”, explica o diretor administrativo do hospital, Fabiano Amorim.

O presidente da Associação Brusquense de Medicina (ABM), Denys Deucher Tomio, afirma que ficou surpreso com a informação e que o assunto será pauta da próxima reunião da entidade. “Fiquei interessado em também entender os motivos dessa dificuldade. Já coloquei na pauta da próxima reunião da ABM e do Sindicato dos Médicos de Santa Catarina para a possibilidade de buscarmos as causas e estratégia para solucionar esse problema”.
O plano

Anteriormente, os servidores estaduais eram atendidos pela Unimed. Porém, o contrato foi rescindido e o governo do estado decidiu implementar seu próprio plano. Assim, desde 2012, o SC Saúde está em vigor em todo o estado. Segundo informações da Secretaria de Estado de Administração, Brusque conta com 1.565 segurados.

Prestadores de serviço conveniados em Brusque
Prestador / Credenciado

Clínicas 12
Hospitais 1
Médicos (consultório isolado) 17
Profissionais da saúde (exceto médicos) 6
Serviço de diagnóstico de imagem 3
Serviços de diagnósticos laboratorial 4
Total 43
**Dados fornecidos pela Secretaria de Estado da Administração

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio