Bruscão despacha Camboriú e conquista tricampeonato da Série B

Mesmo jogando com a vantagem, Marreco vence por 2 a 0 e faz a festa no Augusto Bauer

Bruscão despacha Camboriú e conquista tricampeonato da Série B

Mesmo jogando com a vantagem, Marreco vence por 2 a 0 e faz a festa no Augusto Bauer

O Bruscão confirmou neste domingo o título da Série B do Catarinão pela terceira vez. Em um dia em que a torcida fez uma linda festa no Augusto Bauer, o time voltou a vencer o Camboriú e deu a taça de presente aos cerca de 5 mil torcedores que compareceram ao estádio.

O grande nome do jogo foi o atacante Eydison, autor dos dois gols da partida na vitória por 2 a 0. Como venceu o primeiro jogo por 1  a 0, até a derrota por um gol de diferença garantia o título ao Bruscão, que faturou a taça com sonoros 3 a 0 no placar agregado.

>> Assista ao vídeo

O jogo

Com cinco mudanças em relação à primeira partida e precisando buscar o jogo, o Cambura se posicionou mais à frente do que no duelo anterior, mas foi o Brusque que criou as melhores oportunidades, sobretudo pelo lado direito com João Neto.

O Camboriú apostava em Brasão, mas o jogador novamente pouco fez. Só apareceu mesmo ainda nos primeiros minutos, quando se desentendeu com Cleyton. O atacante foi de sola, nas costas do marcador, e levou dedo na cara do zagueiro do Brusque. O resultado foi os dois primeiros cartões amarelos com apenas dois minutos de bola rolando.

Durante os primeiros 45 minutos, os dois goleiros pouco trabalharam pouco. Apesar de o Brusque criar três grandes chances, as finalizações em direção ao gol foram raras pelos dois lados.

As duas principais oportunidades do Brusque surgiram aos 9 e 10 minutos. Primeiro com Eydison que por pouco não completou de carrinho para o gol vazio. Depois com Eliomar, em cabeçada que passou rente à trave.

A melhor chance do Cambura veio numa cobrança de falta já nos acréscimos. A bola pegou na rede pelo lado de fora e chegou a tirar o grito de gol da torcida do Cambura.

Eydison brilha

Na etapa final, o jogo pouco mudou em relação ao primeiro tempo. Mesmo com a expectativa de o Camboriú se atirar ao ataque, era o Brusque que buscava mais o gol. Foi aí que a estrela de Eydison começou a brilhar. Aos 16 minutos, o jogador fez o pivô em cima da defesa, girou e finalizou com precisão, no ângulo, para fazer 1 a 0.

Foi o suficiente para os gritos de “o campeão voltou” tomarem conta do Augusto Bauer. Mas Eydison queria mais. O Cambura até tentou um abafa, mas foi o Bruscão que voltou a marcar.

A torcida explodiu de vez aos 26, quando Eydison puxou para a perna esquerda e fuzilou Rodrigo Rocha: 2 a o Bruscão e festa completa no Gigantinho.

>> Assista reportagem em vídeo

Confira a cobertura completa do título brusquense na edição impressa do MDD desta segunda-feira, 31 de agosto.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio