Mineiro lesiona joelho esquerdo e está fora do Bruscão por seis meses

Atleta desfalca o Brusque em todo o Campeonato Catarinense e no Brasileirão Série D

Mineiro lesiona joelho esquerdo e está fora do Bruscão por seis meses

Atleta desfalca o Brusque em todo o Campeonato Catarinense e no Brasileirão Série D

“Mineiro! Guerreiro!”. O grito que a torcida do Bruscão entoa sempre que o camisa 5 balança as redes ou toma a bola dos adversários na raça será silenciado por um bom tempo. Após na manhã desta terça-feira, 4, o diagnóstico foi inapelável: Mineiro rompeu o ligamento do joelho esquerdo e o guerreiro está por seis meses fora de batalha.

Com a voz embargada, o volante explicou sua situação. Estava programando uma visita para a família que não vê há um bom tempo, mas agora com a concentração na cirurgia e o foco para se manter em forma e atuante para as próximas temporadas, deixará para depois. “A gente não entende, mas Deus sabe o que faz. Agora vou rezar para não ser esquecido. Infelizmente não vai dar para ajudar o Brusque, mas ano que vem estarei à disposição”.

Contusão idêntica
Mineiro já teve o mesmo problema em 2015, pela Série B do Campeonato Catarinense, mas naquela vez foi no joelho direito. Ele se lesionou na reta final da competição e só retornou em janeiro de 2016, após a cirurgia. “O doutor comentou comigo que raramente volta a acontecer o rompimento no joelho operado, mas é preciso cuidar com a outra perna. Infelizmente foi o que aconteceu”, explica.

O volante conhece sua capacidade e sabe da identificação que tem com a torcida. Contudo, conta com a paciência da diretoria para que esteja nos planos do clube na próxima temporada. Existe a possibilidade de que a Copa Santa Catarina seja realizada no fim do ano, o que daria oportunidade para o retorno do atleta, mas a Federação Catarinense de Futebol (FCF) ainda não assegurou a realização da competição.

Bruscão garantido na Série D 2018
Com a atual pontuação no Campeonato Catarinense, o Brusque assegurou sua vaga no Campeonato Brasileiro da Série D em 2018. O clube não pode mais ser ultrapassado pelo Metropolitano, que está na nona posição. Também são rechaçadas as chances de queda para a segunda divisão do estadual.

Além disso, o time tem chances reais de classificação para a Copa do Brasil. Atualmente está na quarta posição e precisa terminar o campeonato em terceiro para garantir a vaga.