Campanha alerta para os riscos de abastecer o carro “até a boca”, em Brusque

Ação é realizada em todo o país em postos de combustíveis e escolas

Campanha alerta para os riscos de abastecer o carro “até a boca”, em Brusque

Ação é realizada em todo o país em postos de combustíveis e escolas

Aparentemente inofensivo, o benzeno – líquido volátil, incolor e altamente inflamável -, é muito prejudicial à saúde, responsável por causar várias doenças, dentre elas alguns tipos de cânceres. Ele é liberado no ambiente quando o frentista abastece além do travamento automático da bomba, isto é, “até a boca”.

Com o objetivo de conscientizar profissionais que trabalham nos postos de combustíveis de Brusque e estão expostos ao benzeno, a Comissão Intersetorial de Saúde do Trabalho (Cist), que integra o Conselho Municipal da Saúde (Comusa) de Brusque, realiza nos estabelecimentos da cidade a campanha “Abasteça até o automático!”.

O trabalho de conscientização, realizado em todo o Brasil e orientado pelo Conselho Nacional de Saúde, é implementado em algumas etapas, segundo a coordenadora da Cist, Maria Roseli Beuting. Ela explica que já ocorreram panfletagens em alguns postos de combustíveis da região central do município na semana passada, e que em 5 de outubro – Dia Nacional de Luta Contra a Exposição ao Benzeno -, a ação ocorrerá novamente. Além disso, as escolas estaduais receberão ciclo de palestras sobre o tema, ministradas por médico do trabalho, engenheiro do trabalho ou técnico em segurança do trabalho.

Maria Roseli afirma que o objetivo é orientar os frentistas sobre os danos que a gasolina causa à saúde quando seus vapores são inalados durante o abastecimento de veículos. Ela diz também que é necessário informar a população, principalmente os motoristas, sobre os danos provocados aos automóveis e ao meio ambiente quando se abastece além do travamento automático da bomba. “Precisamos esclarecer que ser inflamável não é o único perigo da gasolina”, reforça a coordenadora.

A gasolina é composta por várias substâncias químicas perigosas à saúde e, essa mistura de hidrocarbonetos pode desencadear nos indivíduos expostos a seus vapores, câncer, defeitos genéticos, prejuízos à fertilidade e ao feto. Também pode provocar danos ao sistema nervoso central, ao fígado e ao sistema sanguíneo. “Com pouco tempo de exposição a pessoa já sentirá dor de cabeça, tontura, irritação das vias respiratórias, irritação a pele e aos olhos, sonolência e vertigem”, alerta.

Danos aos veículos

Abastecer além do automático pode encharcar o filtro de carvão ativado do cânister (dispositivo que fica conectado ao tanque de combustível e tem por objetivo reter os vapores dos combustíveis para que não sejam liberados para a atmosfera em forma de poluição). Com isso, possibilita-se maior emissão de vapores de hidrocarbonetos e ocasiona desperdício com vazamentos acidentais. No veículo pode acarretar falha no funcionamento do motor, queda de rendimento e risco de queimar a bomba de combustível.

Homenagem

O Dia Nacional de Luta Contra a Exposição do Benzeno, que tem por objetivo conscientizar a respeito dos riscos do benzeno, foi criado como uma homenagem ao operador Roberto Viegas Krappa, da Refinaria Presidente Bernardes de Cubatão (SP). Ele morreu aos 36 anos por leucemia mieloide aguda em decorrência da alta exposição à substancia.


Lei em Santa Catarina

Por meio da lei 16.333, de 2014, fica proibido em Santa Catarina que postos permitam preencher o tanque de combustível dos veículos após o travamento automático de segurança da bomba de abastecimento. O descumprimento da lei implicará multa de R$ 1 mil, aplicados em dobro no caso de reincidência.


Próximas ações

5 de outubro: das 10h às 12h e das 17h às 19h – Panfletagem em alguns postos de combustíveis da região central de Brusque

3, 4, 6 e 10 de outubro: 18h30 às 19h30 – Ciclo de palestras nas escolas estaduais

 

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio