Cerca de 2 mil atletas participam dos Jogos Comunitários de Guabiruba

Maior competição do município, com 44 modalidades, começou no sábado, 4, no Ginásio Municipal João Scheffer

Cerca de 2 mil atletas participam dos Jogos Comunitários de Guabiruba

Maior competição do município, com 44 modalidades, começou no sábado, 4, no Ginásio Municipal João Scheffer

Guabiruba vai respirar esporte durante os próximos três meses. Isso porque começou no sábado, 4, a 20ª edição dos Jogos Comunitários, que reúne cerca de 2 mil atletas em 44 modalidades.

No Ginásio Municipal João Scheffer aconteceu a abertura do evento, considerado o maior do segmento no município, responsável por congregar atletas de sete bairros: Aymoré, Centro, Imigrantes, Lageado Alto, Lageado Baixo, Guabiruba Sul e São Pedro.

Neste ano, a novidade ficou por conta da inserção de duas novas modalidades: Ciclismo Montain Bike Feminino e Futsal 40 anos. A primeira foi uma solicitação de muitas mulheres da cidade que praticam a atividade.

Ao final da competição, que termina no dia 21 de maio, serão premiados os três primeiros colocados de cada modalidade, totalizando mais de 890 medalhas. Ganhará troféu a equipe que vencer a modalidade, além dos quatro primeiros colocados gerais da disputa.

A secretária de Esportes, Lazer e Assuntos para a Juventude – pasta que organiza o evento -, Marcia Hochsprung Watanabe, diz que há uma expectativa grande para os jogos e que é um momento esperado pela comunidade guabirubense.

Segundo ela, desde janeiro as pessoas já solicitam informações sobre as disputas, no intuito de melhor se prepararem para os duelos. “É fácil trabalhar o esporte numa cidade em que todos se envolvem e gostam de interagir entre si. Durante estes meses a comunidade se une mais ainda pra jogar e fazer bonito independente da modalidade”.

Para a secretaria, não há favoritos, já que todos os bairros se empenham ao máximo para conquistar bons resultados. Em 2017, participarão atletas de dez anos até cerca de 80 anos. “Os comunitários envolvem pessoas das mais diversas idades. O clima é todo de amizade e confraternização”.

O prefeito de Guabiruba, Matias Kohler, que oficialmente declarou aberto os jogos comunitários, afirma que o evento é o maior em confraternização esportiva e que é o período do reencontro da comunidade.

“O objetivo é de unir as pessoas e por isso se mantém há tantos anos. É quando as pessoas se reencontram dentro de uma competição esportiva e também vivem em harmonia entre si”.

O idealizador dos jogos comunitários e coordenador do Aymoré, Osnir Schlindwein, conta que quando a competição foi criada, em 1997, com apenas 11 modalidades e cerca de 500 atletas, não se esperava que teria a repercussão que tem hoje.

“É uma satisfação pra quem toca o esporte da cidade ver tanta gente atualmente. É uma grande festa do esporte e o momento em que as pessoas, que às vezes passam o ano todo sem se ver, se encontrarem”.

Em busca do título
O Lageado Baixo, campeão dos jogos no ano passado, vem com força máxima para 2017. O coordenador Valmir Paz, o Kant, diz que não há favoritos e que todos os bairros têm atletas dedicados, no entanto, assim como em outras edições, brigarão pelo título.

Mais de 100 pessoas do bairro competirão em todas as modalidades em busca do quinto troféu, já que o Lageado Baixo ergueu o caneco por quatro vezes. “Eu não toco o bairro sozinho. Temos coordenadores em cada modalidade e por isso que dá certo. Vamos sim em busca de sermos campeões mais uma vez”.

Lizete Krieger Lehmann, 55 anos, do São Pedro – bairro que já conquistou nove títulos e tem a maior colocação geral dos jogos -, foi a atleta que fez o juramento na abertura. Ela participou de todas as edições da competição e está animada para este ano.

Lizete disputa no Futebol de Salão, Futebol de Campo, Bocha e Handebol, mas é no gol que ela se sente mais feliz. “Desde que me convidaram, na primeira edição, nunca deixei de vir. Amo esporte e se eu deixar de jogar bola eu acho que vou embora”, conta ela, que diz que espera ansiosamente pela disputa, assim como por outras competições esportivas de Guabiruba.

Gislaine Grepa, do Aymoré, há oito anos participa dos jogos com os tios e primos. Ela disputa as modalidades de Handebol, Tênis de Mesa, Futsal e Futsal Suíço. “Minha família toda participa e é um momento de união da família”, destaca.

Primeiras disputas
Após a cerimônia de abertura, entraram em quadra no sábado, 4, os atletas do Futsal Masculino 40 anos. No domingo, 5, teve disputas de tênis de mesa feminino e masculino, além de futevôlei masculino livre.

Durante toda a semana acontecem jogos. A tabela pode ser conferida nos site da prefeitura de Guabiruba, na aba Secretaria de Esportes, Lazer e Assuntos para a Juventude.

Histórico dos bairros

São Pedro: 9 títulos
Aymoré: 5 títulos
Lageado Baixo: 4 títulos
Centro: 1 título
Guabiruba Sul: Sem títulos
Imigrantes: Sem títulos
Lageado Alto: Segunda participação nos jogos, antes competia junto ao Lageado Baixo

Classificação Geral de 2016

1º Lageado Baixo
2º Aymoré
3º Imigrantes
4º Guabiruba Sul
5º São Pedro
6º Centro
7º Lageado Alto

 

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio