+

Ciclone bomba: meteorologista da Epagri/Ciram descarta possibilidade do fenômeno em SC

Fenômeno deve se formar no litoral do Rio Grande do Sul

Ciclone bomba: meteorologista da Epagri/Ciram descarta possibilidade do fenômeno em SC

Fenômeno deve se formar no litoral do Rio Grande do Sul

A meteorologista da Epagri/Ciram, Marilene de Lima, descarta a possibilidade do ciclone bomba atingir Santa Catarina entre esta quarta-feira, 3, e quinta-feira, 4.

No Estado, haverá a passagem de uma frente fria com risco de temporais isolados à tarde e noite, acompanhados de descarga elétrica, rajadas de vento acima de 60km/h e chance de granizo.

Marilene informa que o ciclone bomba irá se formar com uma frente fria ligada a uma área de baixa pressão no litoral do Rio Grande do Sul, e que não deve passar por SC.

Segundo ela, o sistema de alta pressão avança pelo continente, e a diferença entre o centro da alta e baixa pressão faz com que os ventos fiquem mais intensos, ganhando força no litoral do Uruguai até o litoral do Rio Grande do Sul.

Ainda no decorrer da noite desta quarta-feira e madrugada de quinta-feira haverá rajadas de vento mais intensas do sul e sudoeste. O vento oriundo do ciclone bomba pode atingir a região Sul de Santa Catarina, com no máximo 80 km/h, afirma a meteorologista.

“Nas áreas mais altas do Planalto Sul, Litoral Sul e próximas, podem registrar entre a noite de hoje e manhã de quinta-feira, rajadas de vento”, informa. Por conta do vento, foi emitido um aviso marítimo para ondas mais altas e mar agitado.

 


Receba notícias direto no celular entrando nos grupos de O Município. Clique na opção preferida:

WhatsApp | Telegram


• Aproveite e inscreva-se no canal do YouTube

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo