Ciretran de Brusque passa por mudanças no comando

Nova equipe terá como foco o atendimento ao público para garantir agilidade nos procedimentos

Ciretran de Brusque passa por mudanças no comando

Nova equipe terá como foco o atendimento ao público para garantir agilidade nos procedimentos

Desde segunda-feira, 20, três setores na Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran) de Brusque tiveram mudanças no comando. A troca foi planejada pelo delegado regional Fernando de Faveri, que pretende dar mais agilidade aos serviços.

A supervisão geral da Ciretran agora está sob comando do agente José Eduardo Janeczko e o setor de supervisão de Carteira Nacional de Habilitação (CNH) foi assumido por Amilton Luiz Franzoi e Américo Aurino Ferreira. A substituição no setor de alvará ocorreu ontem, quando o agente Luiz Kammers preencheu a vaga que estava aberta, com a troca de cargo de Janeczko.

Segundo Faveri, as trocas que ocorreram são normais decorrentes à mudança de gestão. “Como assumi como delegado regional, tenho interesse em trazer uma equipe que seja minha. Não há problemas em desfavor dos funcionários que efetuaram a troca”, informa.

Com as mudanças, o delegado afirma que o foco em todos os setores será o atendimento. “Recebemos muitas reclamações e temos consciência disso”, revela.

A intenção é de que a pessoa que buscar atendimento passe menos tempo nas filas e que os procedimentos com documentos de CNH ou de veículos sejam feitos com mais velocidade do que geralmente são. “Essa será a principal incumbência desses setores, que no começo sabemos que será difícil, mas entendo que era uma troca importante neste momento”, diz o delegado regional.

Os servidores que ocupavam os cargos foram transferidos para a Delegacia de Polícia Civil (Dpco) e Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso (Dpcami).

Setor de alvarás
O delegado ressalta que o setor de alvarás deverá ganhar uma atenção especial a partir de agora, especialmente pelo fato dos proprietários de estabelecimentos não comparecerem à regional para realizarem o procedimento.

A partir de abril, a delegacia regional iniciará fiscalizações noturnas, principalmente em bares e casas noturnas de Brusque para verificarem a regularização do documento. “Aquelas que não estiverem com o alvará da polícia, infelizmente serão notificadas para o fechamento”, alerta Faveri.

Ele informa que há uma série de estabelecimentos sem alvarás, assim como outros que fizeram no ano passado, mas ainda não foram renovar. “É importante que esses proprietários fiquem atentos”, frisa o delegado.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio