Comandante da 7ª Região de Polícia Militar realiza visita de inspeção no quartel de Brusque

Novo comandante, coronel Ilon Joni de Souza, elogiou batalhão

Comandante da 7ª Região de Polícia Militar realiza visita de inspeção no quartel de Brusque

Novo comandante, coronel Ilon Joni de Souza, elogiou batalhão

Há um mês no comando da 7ª Região de Polícia Militar, o coronel PM Ilon Joni de Souza visitou na quinta-feira, 24 de outubro, o 18º Batalhão de Polícia Militar de Brusque. Durante todo o dia na cidade, o militar se encontrou com autoridades pela parte da manhã. À tarde, o coronel esteve no quartel onde conheceu os 33 alunos que realizam o curso de formação soldado e assumiu o compromisso de batalhar para que muitos deles permaneçam na cidade. 

O coronel Joni foi recebido pelo tenente-coronel, comandante do Batalhão, Heriberto Rocha Peres. Dados operacionais e estruturais das unidades policiais que o 18º Batalhão atende foram apresentados. “Alguns pontos mostram as necessidades que nossos pelotões ainda apresentam. Mas, também trazem os números positivos, como a diminuição dos delitos e o aumento nas autuações de trânsito”, destaca o coronel Peres.
Segundo o comandante regional, o objetivo da visita é se inteirar com as atividades diárias dos batalhões. “Estou há pouco tempo no comando, então pretendo passar por praticamente todos os quartéis que a regional atende”, informa.
Avaliação do coronel

Para o coronel Joni, o 18º Batalhão de Brusque apresenta uma parte física bem cuidada e com bons conceitos perante a sociedade. “Isso é reflexo também das evoluções por parte da própria PM. Os novos concursos com requisito básico de curso de graduação. Os soldados vêm mais preparados e com uma noção das necessidades da sociedade, com isso, tem mais condições de responder a essas questões”, analisa.

A principal deficiência encontrada pelo comandante regional, não somente em Brusque, mas a nível nacional, é a falta de efetivo. “Já tivemos muitos avanços também, inclusive com a abertura de novos concursos constantemente. Porém, falta ainda um maior interesse, principalmente por parte dos jovens”, comenta. 

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio