Confira como foi a votação a prefeito de Brusque bairro a bairro

Prefeito eleito Jonas Paegle perdeu apenas no Bateas; Jones Bosio e Bóca Cunha se alternaram em segundo

Confira como foi a votação a prefeito de Brusque bairro a bairro

Prefeito eleito Jonas Paegle perdeu apenas no Bateas; Jones Bosio e Bóca Cunha se alternaram em segundo

Jonas Paegle, do PSB, candidato vencedor da eleição à Prefeitura de Brusque com mais de 40% dos votos válidos, só não fez mais votos do que os adversários no bairro Bateas, onde Jones Bosio, que mora na região, foi o vencedor. De resto, Paegle liderou em todos os demais 26 bairros e localidades.

O levantamento feito pelo Município Dia a Dia leva em conta a separação geográfica feita pelo Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina (TRE-SC), que divide as seções eleitorais em 27 bairros e localidades, divisão esta que não é a mesma que consta na prefeitura.

O prefeito eleito teve melhor desempenho no Centro, maior colégio eleitoral do município, onde fez 3.050 votos. Nas seções do Centro também foi registrado o melhor desempenho dos demais candidatos: Bóca Cunha (1.829 votos), Jones Bosio (1.104), Gustavo Halfpap (772), Bah (751), Jadir Pedrini (383) e Chico Cordeiro (26).

Os candidatos receberam votos em todas as regiões do município, com exceção de Chico Cordeiro, do PSOL, que não foi votado nas seções eleitorais do Cedrinho, Nova Brasília, Ponta Russa e Thomaz Coelho.

O posicionamento dos candidatos nos bairros pouco mudou, com relação ao resultado final da eleição em Brusque.

Em alguns, houve alternância entre Bósio e Bóca nas segunda e terceira colocações, e de igual maneira entre Bah e Halfpap na quarta e quinta colocações. Pedrini e Cordeiro mantiveram-se em penúltimo e último, respectivamente, em todos os bairros.

20161005_04_po_arquivo20161005_04_po_arquivo - Cópia

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio