Criança é eletrocutada no Parque da Caixa D’água

Menina de seis anos passou do portão e levou choque na entrada da passarela da ponte

Criança é eletrocutada no Parque da Caixa D’água

Menina de seis anos passou do portão e levou choque na entrada da passarela da ponte

Enquanto a Prefeitura de Brusque e o proprietário da lanchonete do Parque Leopoldo Moritz, o Parque da Caixa D’água, lutam na justiça sobre a interdição ou não do espaço, uma criança de seis anos sofreu as consequências. No domingo, 24, à tarde, Sabrina Brenner Alves da Silva estava com o pai, Angino Alves da Silva, e a mãe, Fabiana Brenner, brincando no espaço quando sofreu um choque elétrico. Fabiana saiu em socorro da filha e também foi eletrocutada. As duas precisaram ser hospitalizadas.

Leia também
>> Operação prende nove pessoas por tráfico de drogas

“Ela se agarrou no cabo de aço que segura a passarela da lagoa. Com sorte, a minha esposa conseguiu se soltar. Não tinha sinalização nenhuma, estava tudo aberto ao público. Havia mais de 70 pessoas no parque naquela hora”, diz o pai da criança. As duas foram para o pronto-socorro, a mulher não teve ferimentos, já a criança teve as mãos queimadas e estava trêmula. Segundo o pai, ela passará por um tratamento de cinco dias.

Na manhã desta segunda-feira, 25, ele foi à prefeitura para buscar explicações, porém não obteve êxito. Sem conseguir falar com o poder público, ele foi à delegacia para registrar boletim de ocorrência pelo fato.”Fui registrar boletim de ocorrência para que outras pessoas não passem por isso. Pode acontecer uma tragédia aqui”, afirma Silva.

 

>> Leia a matéria completa na edição desta terça, 25, do jornal Município Dia a Dia

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio