Grupia realizará o V Natal de Amor e Fé no bairro Santa Luzia

Serão ofertados serviços de saúde e alimentos gratuitamente, e haverá momento de oração

Grupia realizará o V Natal de Amor e Fé no bairro Santa Luzia

Serão ofertados serviços de saúde e alimentos gratuitamente, e haverá momento de oração

Com o tema “Nós amamos porque Deus nos amou primeiro” (1Jo 4, 19), o Grupo de Proteção da Infância e Adolescência (Grupia), em articulação com a Comunidade Santa Luzia e Paróquia São Judas Tadeu, realiza o V Natal de Amor e Fé, no salão de festas da capela Santa Luzia, das 14h30min às 18h de domingo, 3 de dezembro.

A primeira edição do Natal de Amor e Fé foi realizada em 2013, no Conjunto Habitacional Jardim Sesquicentenário, no Limeira. Nesta edição, haverá ônibus gratuito transportando as famílias das comunidades próximas, como Nova Itália, Zantão, Poço Fundo, Ponta Russa e Àguas Claras para o evento.

Uma das idealizadoras do Natal de Amor e Fé, a promotora de justiça Susana Perin Carnaúba informa que “para compartilhar as alegrias do Natal, a atividade contará com atrações musicais, jogos e brincadeiras, pintura facial, cama elástica, piscina com bolinhas, mesa de ping pong e arte com balões, distribuição gratuita de cachorro quente, cuca, refrigerante, café, chocolate e outras guloseimas”.

O advogado e professor Ricardo Vianna Hoffmann, um dos organizadores do V Natal de Amor e Fé, acrescenta que o evento contará também com consultoria jurídica e serviços de saúde, como exames para detectar hiperglicemia e hipoglicemia e a medição da pressão arterial.

No encerramento, a proclamação de texto bíblico que narra o nascimento de Jesus Cristo, escrito pelo médico e evangelista Lucas, seguida de reflexão, da oração do Pai Nosso e benção sacerdotal, com a participação da Igreja Católica, do Conselho de Pastores de Brusque e da Igreja Evangélica Luterana.

Pároco da Paróquia São Judas Tadeu, padre Carlos Alberto Chiquim destaca que o texto do Evangelho que será proclamado no V Natal de Amor e Fé “nos apresenta o nascimento de Jesus num lugar pobre, sem nada, em caminho para sua terra seguindo o decreto do imperador Augusto. Duas realidades até contraditórias: o poder daquele que deseja saber o número de pessoas registradas no Império e a pobreza de um nascimento fora da cidade, numa manjedoura. Isso porque não havia lugar para eles dentro da casa”.

Pastor Edélcio Tetzner, pároco da Paróquia Bom Pastor, diz que a celebração faz memória “de um menino, uma criança, com toda a vulnerabilidade, a fraqueza e a fragilidade que comporta esta etapa da vida. Um bebê pobre, que nasce numa manjedoura de animais, porque demasiado pobre para nascer em outro lugar”.

Presidente do Copab, pastor Marcos Fagundes ressalta que “os pastores que passam a noite tomando conta de seu rebanho são iluminados por uma luz que os envolve, dando-lhes a boa notícia. Diante desta luz eles ficam com muito medo, não compreendem o que está acontecendo. Porém, acreditam nas palavras do anjo. De agora em diante devem caminhar na busca desse nascido que lhes foi anunciado”.

Ao convidar as famílias brusquenses a participarem, Paulo Vendelino Kons, um dos idealizadores do Grupia, lembra que “Natal é amor em ação. Toda vez que nós amamos, toda vez que nos doamos, é Natal, pois aí Jesus está presente”.

Para doações ou para prestar serviço voluntário no evento, as pessoas podem entrar em contato com o Grupia através do e-mail grupiabrusque5@gmail.com e telefone 47 9 9997 9581.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio