Homem que matou vigia do Terminal Urbano é condenado a 25 anos de prisão

Audiência de Sandro Kammer foi realizada na tarde desta quinta-feira, 11 de outubro

Homem que matou vigia do Terminal Urbano é condenado a 25 anos de prisão

Audiência de Sandro Kammer foi realizada na tarde desta quinta-feira, 11 de outubro

Sandro Kammer, o homem que matou o vigia do Terminal Urbano, Arlindo Zunino, foi condenado a 25 anos e 10 meses de prisão pelo crime de latrocínio (roubo seguido de morte).

A audiência foi realizada no salão do Tribunal do Júri do Fórum da Comarca de Brusque e presidida pelo juiz da Vara Criminal de Brusque, Edemar Leopoldo Schlösser. 

A defesa de Kammer chegou a pedir que o juiz considerasse fatores como um possível distúrbio psíquico e o fato de que na noite do crime o acusado estaria sob o efeito de entorpecentes, o que foi descartado pelo juiz por falta de provas durante a instrução do processo. 

Kammer não recebeu o direito de recorrer da sentença em liberdade e permanece preso na Unidade Prisional Avançada (UPA) de Brusque. A defesa tem cinco dias para apresentar o recurso. 

Relembre o caso

Durante a madrugada do dia 30 de julho, Kammer entrou no Terminal Urbano Baltazar Bohn encapuzado e agrediu o vigia Arlindo Zunino com uma barra de ferro. Ele golpeou o homem várias vezes na cabeça, arrombou o escritório e fugiu com um malote. 



Câmeras de segurança do terminal e de outros estabelecimentos comerciais flagraram a rota de fuga de Kammer, e ajudaram a polícia a identificar características do suspeito. 



Quase dois dias depois do crime, Kammer foi preso depois de uma denúncia anônima à Polícia Militar. Durante a prisão ele confessou o crime. 


No dia 5 de agosto, o vigia Arlindo Zunino morreu na UTI do Hospital Azambuja em virtude da gravidade dos ferimentos sofridos com a agressão




Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio