Lombadas em trecho duplicado da rodovia Antônio Heil devem ser provisórias, diz Deinfra

Implantação dos redutores de velocidade foi solicitação de moradores e comerciantes da região

Lombadas em trecho duplicado da rodovia Antônio Heil devem ser provisórias, diz Deinfra

Implantação dos redutores de velocidade foi solicitação de moradores e comerciantes da região

A implantação de duas lombadas na rodovia Antônio Heil, nas proximidades da panificadora Sodepan, pegou muitos motoristas de surpresa. As lombadas foram finalizadas na quarta-feira, 28, e, segundo o engenheiro do Departamento Estadual de Infraestrutura (Deinfra) responsável pela fiscalização da obra, Cleo Quaresma, devem ser provisórias.

Quaresma afirma que o órgão estadual atendeu a um pedido da comunidade e está estudando qual a melhor forma de organizar o trânsito naquele local, já que os moradores reivindicam melhores acessos, principalmente para a localidade do Planalto.

“Não é comum lombadas em rodovias duplicadas, mas foi um pedido dos moradores. Ainda estamos estudando como vai ficar, provavelmente a mureta será fechada e o acesso será somente pelo viaduto em frente à empresa Irmãos Fischer e no retorno que teremos no km 20”, diz.

O engenheiro, entretanto, não sabe especificar quando essas alterações devem ocorrer. Ele não acredita que a implantação das lombadas nos dois sentidos da rodovia deve causar problemas para o trânsito.

“As lombadas são para trazer segurança, tranquilidade. Já havia excesso de velocidade antes com a via simples. O perigo era muito maior porque era um sentido bidirecional. Hoje já não temos o perigo da ultrapassagem mal feita. Os motoristas precisam aprender a respeitar os limites de velocidade.”

O engenheiro admite que há falhas no projeto de duplicação da rodovia, principalmente por não levar em conta a segurança da população que mora às margens da via, porém, ele garante que, com o tempo, tudo será resolvido.

“A fiscalização está seguindo um projeto que foi licitado e financiado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). O banco permite fazer somente o que está no projeto. Ele precisaria de melhorias, talvez alguns pontos não atendam a comunidade, mas temos que nos adequar. É o que estamos fazendo.”

Além das duas lombadas na região da panificadora, o Deinfra deve implantar nos próximos dias uma faixa elevada onde antes havia a lombada eletrônica.

O sargento Claudecir Benjamin Araújo, que responde pelo comando do posto da Polícia Militar Rodoviária de Gaspar, que é responsável por este trecho da rodovia Antônio Heil, ficou sabendo da implantação das lombadas pela reportagem de O Município.

Para ele, se essa foi a forma encontrada para reduzir a velocidade e dar mais segurança à população, a polícia apoia. “Tudo que for em benefício da população a polícia apoia. Se a lombada é um meio para ajudar a reduzir a velocidade, por que não colocar? Não podemos ficar o tempo todo com a fiscalização eletrônica, então acredito que não trará problemas para o trânsito.”

Comunidade comemora implantação

Moradores e empresários comemoram a implantação das lombadas no local. A proprietária da Sodepan, Emily Dognini, afirma que, em menos de 24 horas, já foi possível sentir a diferença, principalmente na redução da velocidade.

“Claro que nesses primeiros dias vai dar uma freada mais brusca, logo depois que colocaram já deu acidente. Mas nós já sentimos muito a diferença, é só uma questão de costume, de respeitar os limites de velocidade”, diz.

Ela destaca que as lombadas deixaram o trecho mais seguro, principalmente para quem precisa atravessar a rodovia. Opinião semelhante tem a proprietária do Pet Shop Bichinho Chick, Daniele Merlo. “Foi a melhor coisa que fizemos. Já sentimos muito a diferença.”

A vendedora da Moda Primos, Gesieli de Oliveira Cavalheiro, também acredita que a lombada vai melhorar o tráfego na região. “Antes para entrar aqui era muito difícil, às vezes ficávamos mais de dez minutos esperando porque os carros vinham muito rápido. Posso dizer que já melhorou 90%.”

Por outro lado, nas redes sociais, muitos motoristas manifestaram insatisfação com a implantação dos redutores de velocidade. A principal justificativa apontada por eles é a possibilidade de congestionamento na rodovia, principalmente em horários de pico.

O ex-secretário de obras Gilmar Vilamoski diz que a rodovia foi projetada para uma determinada velocidade, “e com certeza não foi para ter uma lombada”. “Eu não sei o que fica pior, o trevo ou a lombada”, completa. Para ele, ambos são extremamente perigosos para a população e para os motoristas.

“Como engenheiro, tenho certeza de que o projeto original foi deturpado”, afirma Vilamoski. “Não sei quem vai ser mais prejudicados, se são os moradores ou quem dirige na rodovia.”

Rodovia terá mais lombadas e semáforo

O governo do estado concedeu a ordem de serviço para que a empresa Triunfo inicie a construção da passarela sobre a rodovia Antônio Heil, no km 3,7, em Itajaí. A obra atenderá a solicitação feita pelos moradores do entorno à Secretaria de Estado da Infraestrutura, com a justificativa de garantir a segurança na travessia dos alunos da Escola de Educação Básica Monsenhor Vendelino Hobold, que será inaugurada neste ano.

A escola tem previsão de ser inaugurada em março e tem capacidade para 1,5 mil alunos, nos três turnos. Provisoriamente, a Triunfo deverá executar o projeto básico de sinalização e implantará semáforo no local. O levantamento de custos está sendo feito pela empresa.

O projeto prevê travessia no mesmo nível da rodovia, com faixa de pedestres pintada, intervalo no muro “new Jersey” que divide as pistas, instalação de semáforo e sinalização vertical, horizontal e ótica adequada, além de tachões monodirecionais. O projeto segue as normas do Denatran.

O conjunto de semáforo será fixado em semi pórticos, visíveis aos condutores e com botoeira em ambos os lados da rodovia, que serão acionados pelos pedestres para interromper o fluxo de veículos. Seguindo as normas legais, os motoristas serão orientados pela sinalização vertical e horizontal a reduzir gradativamente a velocidade a 60 km/h e a 40 km/h .

Em outros dois pontos da rodovia, no km 2,3 e km 4,4 será instalado o mesmo sistema de redutores de velocidade, de forma provisória, nas proximidades das escolas municipais Judith Duarte de Oliveira e Francisco Celso Mafra, a partir da avaliação do resultado obtido no km 3,7.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio