Mais de 200 alunos faltam à formatura do Proerd

Programa de combate às drogas atendeu 1.641 crianças do 5º ano, em 2015, em Brusque

Mais de 200 alunos faltam à formatura do Proerd

Programa de combate às drogas atendeu 1.641 crianças do 5º ano, em 2015, em Brusque

Na tarde de ontem, o comandante da Polícia Militar, tenente-coronel Moacir Gomes Ribeiro, junto aos instrutores cabo Duarte, soldado Günter e Sedrez, do Programa Educacional de Resistência às Drogas (Proerd), apresentaram o balanço de 2015 aos diretores e professores das escolas de Brusque. Na reunião, também foi definida a data de formatura para este ano, que acontecerá em 23 de novembro, uma quarta-feira.

No ano passado, 69 turmas do 5º ano foram atendidas, num total de 1.641 alunos, e outras nove do Proerd Kids, com 166 alunos. Desde o início do programa, Brusque já formou mais de 23 mil crianças.

Para este ano, estão previstas 97 turmas nas escolas municipais (39), estaduais (23), particulares (12), de Guabiruba (19) e também Botuverá (4). “Nossa intenção era poder atender a todos e ampliar o programa para os 9º ano. Porém, como a falta de efetivo sempre nos atrapalha, precisamos nos adequar conforme nossa realidade”, diz o comandante.

Durante o balanço do ano, foi apresentado o total de alunos que faltaram à formatura, no fim do ano. Dos 1.641 alunos, 1.411 se formaram. “Lamentamos a falta desses 230, pois nos dedicamos durante o ano, corremos atrás para organizar uma formatura à altura e, infelizmente, tivemos essas ausências. Isso tudo nos tem um custo muito alto”, explica o instrutor, soldado Guilherme André Sedrez.

Os alunos que participaram da formatura receberam um brindes: o mascote Leão, que representa o programa. Esses ursos de pelúcia foram comprados com recursos do convênio com o Conselho da Comunidade de Brusque (Comunbrusque), do presidente Norival Fischer. Segundo o comando da PM, o dinheiro é proveniente das medidas restritivas de direito (pena pecuniária), do Poder Judiciário.

Mesmo sabendo que os mascotes são destinados especialmente para os alunos, os instrutores lamentaram o fato de, na última formatura, muitos professores e diretores terem levado os ursos de pelúcia para casa. “Tivemos sobra devido a falta dos alunos, mas eles são feitos na quantia exata para cada criança”, diz.

Esta foi a primeira reunião do ano com os professores e diretores das escolas, em que foi debatido ajustes e melhorias para o próximo ano letivo. “Queremos que essa parceria entre Polícia Militar, escola e família permaneça. O Proerd é gratuito para as escolas, já com o objetivo de que todos participem”, afirma Gomes.

Escolas top 10

Os instrutores do Proerd apresentaram aos representantes as dez escolas que, proporcionalmente, mais levaram alunos para a formatura. As cinco primeiras posições ficaram com Colégio Cenecista Honório Miranda, Escola de Educação Fundamental (EEF) Alexandre Merico, EEF Padre Luiz Gonzaga Steiner, EEF Ponta Rusa e Sesi, em que tiveram 100% de participação.

As escolas EEF Angelo Dognini, Centro Educacional Cultura, Sesc, Colégio São Luiz e Escola de Educação Básica João XXIII ficaram, respectivamente, com as posições seguintes. “Ano passado, infelizmente, não conseguimos atender sete turmas na rede municipal, devido a falta de efetivo. Este ano, provavelmente alguma turma também ficará de fora”, lembra o instrutor cabo Duarte.

Ele ressalta que a prioridade de escolha para as turmas participantes neste ano se dará pelo número de participação na formatura e pelas turmas não atendidas do ano anterior.

A professora do 5º ano, Morgana Gelatti Bianchini, do Colégio Cultura, afirma que é gratificante para a escola receber o Proerd. “É muito importante essa parceria com a Polícia Militar e muito satisfatório ver os resultados não somente na sala de aula, mas fora dela, com os comentários positivos”, diz.

Para ela, o programa traz grandes ensinamentos tanto ao aluno quanto ao professor, que permanece em sala durante a aula do Proerd. “A gente aprende muito com o policial que ministra a aula, e também com o aluno, que traz dados e exemplos de casa”. Morgana lembra que é parceira do programa há cinco anos.

 

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio