+

Marco arquitetônico do estado, Igreja Matriz de Brusque completa 60 anos de inauguração

Catedral é considerada uma das principais obras do modernismo em Santa Catarina

Marco arquitetônico do estado, Igreja Matriz de Brusque completa 60 anos de inauguração

Catedral é considerada uma das principais obras do modernismo em Santa Catarina

Um dos maiores pontos turísticos da cidade, a imponente Igreja Matriz São Luís Gonzaga, de Brusque, foi inaugurada há 60 anos, em 17 de junho de 1962. Após sete anos de trabalhos, a catedral começou a receber as celebrações e, até hoje, é considerada uma das principais obras do modernismo em Santa Catarina.

O projeto da igreja foi realizado pelo alemão Gottfried Böhm, arquiteto alemão que venceu, em 1986, o prêmio Pritzker, reconhecimento mais importante que um arquiteto pode receber em vida. Gottfried esteve em Brusque em 1953 a convite de Guilherme Renaux, então presidente da comissão construtora da nova igreja. O projeto foi desenvolvido na Alemanha, e o arquiteto não acompanhou a construção. Ele faleceu em junho do ano passado.

Catedral foi inaugurada após sete anos de trabalho | Foto: Grupo Curto Fotos Antigas de Brusque/Arquivo

“A história da construção da igreja mistura fé, doação, generosidade, partilha, esforço, trabalho, festas, famílias diferentes que, juntas com os padres, sonharam um espaço de oração e para celebrações. Destacamos nestes dias o empenho de tantas pessoas e família que não mediram esforços para construir e continuam zelando pela manutenção”, diz o pároco da Paróquia São Luís Gonzaga, padre Diomar Romaniv.

“Nossa casa mãe”

A igreja é formada por paredões de tijolo maciço, revestidos de pedra e com detalhes de rendilhado, que, junto com os virais, permitem a entrada da luz de forma indireta. A estrutura tem quase 40 metros de altura e, através de uma escada de madeira através da parede do altar, é possível subir até o teto da igreja, que tem uma vista privilegiada da cidade.

Os vitrais vieram da Alemanha e se misturam com elementos rústicos na parte interna da igreja. Além disso, a construção invade parte de uma grande escadaria, formando um portal.

“Como tenho dito neste tempo de preparação para essa festa, a Igreja Matriz é o cartão postal da cidade, lugar de fotos, estudos dos alunos de arquitetura e arte sacra. E é para os católicos, a nossa casa mãe, a nossa paróquia. É a certeza de que Deus habita essa cidade. É ao interno dela que muitos encontram o silêncio da vida agitada fora, a paz que procuram, o encontro com Deus que acolhe, escuta as preces e abençoa. Foi a partir desse local, das três igrejas que teve, que cresceu, se fortaleceu e se difundiu a fé católica nessa cidade”, ressalta Diomar.

Leia mais:
– Matriz São Luís Gonzaga é uma das obras mais importantes do modernismo em Santa Catarina

Os imensos paredões ganham um toque de delicadeza com o rendilhado que brinca com a entrada da luz pelos vitrais, tornando a iluminação indireta. Os dois paredões e quatro sustentáculos, que ficam na frente, foram construídos para amenizar e dar mais delicadeza à construção.

“Para os católicos, a Matriz é a nossa casa mãe, a nossa paróquia”, diz pároco | Foto: Paróquia São Luís Gonzaga/Divulgação

O interior da igreja é formado por superfícies de pedras cinzas, compondo com a presença dos elementos vazados que lembram escamas de peixes.

“Gratidão e responsabilidade expressam o que vivi nas celebrações de 60 anos da igreja. Agradeço a Deus por este local tão bonito, por este espaço tão litúrgico que reúne as pessoas. Eu e cada um que vem a esta igreja “pedra viva” que faz a Igreja cumprir sua missão”, resume o pároco.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo