+

Médico indenizará paciente jovem que teve ovário saudável extraído por erro no Oeste de SC; saiba valor

Vítima teve que retirar os dois ovários e ficou impossibilitada de ter filhos

Médico indenizará paciente jovem que teve ovário saudável extraído por erro no Oeste de SC; saiba valor

Vítima teve que retirar os dois ovários e ficou impossibilitada de ter filhos

Após sentir fortes dores abdominais, uma mulher de 30 anos fez alguns exames e constatou um nódulo no ovário esquerdo. O tratamento medicamentoso não foi capaz de curá-la e por isso houve a indicação para retirada. O médico que deveria extrair o órgão doente falhou e tirou o sadio.

Pelos danos morais causados à paciente, o profissional foi condenado pela 2ª vara Cível da comarca de Joaçaba ao pagamento de indenização no valor de R$ 40 mil. Ao valor devem ser acrescidos correção monetária pelo INPC e juros de mora de 1% ao mês a partir do evento danoso, em novembro de 2009.

Processo

Segundo os autos, após a equivocada intervenção, as dores continuaram. A mulher fez outras consultas, exames e, após um ano, passou por nova intervenção cirúrgica por conta do erro no primeiro procedimento.

Com a retirada dos dois ovários, conforme consta no laudo pericial, houve a falência ovariana prematura, com seus sinais e sintomas associados, como ondas de calor, envelhecimento cutâneo, ressecamento da mucosa vaginal, diminuição da libido, predisposição da osteoporose e alterações de humor.

Em razão dos fatos, a autora apresentou menopausa precoce, aos 30 anos de idade, e necessitou de reposição hormonal, ficou impossibilitada de ter filhos, além de ter piora nos sintomas psiquiátricos, como atestado por psiquiatra da região.

Decisão

O magistrado sentenciante destacou na decisão que a conduta do médico também foi submetida a exame pelo Conselho Regional de Medicina de Santa Catarina-CRM/SC, que reconheceu a negligência praticada durante o procedimento cirúrgico realizado na autora.

Além da indenização por danos morais, o juízo também o condenou ao pagamento de R$ 584,65 por danos materiais, referente ao que a autora dispensou na compra de medicamentos, e também aos gastos efetivados com a segunda cirurgia. Aos valores deverão ser acrescidos juros e correção monetária. A decisão é passível de recurso.

Leia também:

1. Tempo: feriado prolongado de Finados trará grandes mudanças em Brusque
2. Engavetamento entre cinco veículos interdita trecho da BR-101, em Itajaí
3. Homem é preso por aplicar golpe do Pix falso em Brusque
4. Após nova ponte do Centro ser inaugurada, motoristas reclamam de transtornos no trânsito
5. Confira programação de Finados nas igrejas de Brusque, Guabiruba, Botuverá, São João Batista e Nova Trento


Assista agora mesmo!

Nova geração de bergamascos é esperança para manter dialeto vivo em Botuverá:


Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo