Municípios da região iniciam vacinação contra a gripe com meta de imunizar quase 35 mil pessoas

Pessoas que integram os grupos prioritários devem procurar postos com sala de vacina

Municípios da região iniciam vacinação contra a gripe com meta de imunizar quase 35 mil pessoas

Pessoas que integram os grupos prioritários devem procurar postos com sala de vacina

A campanha de vacinação contra as gripes dos tipos Influenza A e B foram iniciadas nacionalmente na última segunda-feira, 23. O público-alvo são as crianças com idade de seis meses a menores de cinco anos, gestantes, puérperas (mulheres em fase pós-parto), trabalhadores da saúde, povos indígenas, pessoas com mais de 60 anos, professores, portadores de doenças crônicas e população privada da liberdade e funcionários do sistema prisional. Será realizado o Dia D de vacinação, com maior mobilização, em 12 de maio.

Em Brusque, a imunização está disponível nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) que possuem sala de vacina. Portanto, não estão disponíveis nos bairros Nova Brasília, Volta Grande, Rio Branco, Santa Luzia, São João e São Pedro. Todas as salas de vacina funcionam das 8h às 12h e das 13h às 16h30, de segunda a sexta-feira.

Para se vacinar é necessário ter em mãos o cartão do SUS, documento de identificação e a carteira de vacinação. Vale lembrar que os professores devem apresentar uma declaração da instituição em que atua.

A meta do município este ano é vacinar 90% do público prioritário, um total de 29.028 pessoas. As doenças a serem evitadas com o uso da vacina são a Influenza A (H1N1, H3N2) e B. “A vacina muda todo ano por isso é necessário que a população vacine-se anualmente. Ela vai agir e fazer com que o sistema imunológico reaja. É importante lembrar que bebês entre seis meses e dois anos devem tomar duas doses”, explica a coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Natália Marchi.

Este ano Brusque já teve dois casos suspeitos de Influenza, que foram descartados. Para se prevenir as pessoas devem, frequentemente, fazer a higienização das mãos, manter ambientes ventilados, evitar ambientes com aglomeração e contato com pessoas com sintomas da gripe.

Guabiruba
A imunização está disponível em todas as unidades de saúde de Guabiruba, das 9h às 12h e das 13h às 16h. Na Policlínica, não há pausa para almoço, com o atendimento ocorrendo das 7h30 às 18h. A meta do município é vacinar 4.239 pessoas que estejam nos grupos prioritários.

A enfermeira responsável da Vigilância Epidemiológica de Guabiruba, Ana Lúcia Tolentino, afirma que o movimento nos primeiros dias de vacinação foi bastante calmo. “A comunidade está procurando a vacina, mas ainda é bem devagar. Com seis unidades disponíveis, não tem preocupação. O maior movimento é no final, mas como a campanha vai até junho, há tempo o bastante.”

Em Guabiruba, é necessário estar portando a carteira de vacinação e o cartão do SUS. Profissionais da saúde e professores precisam apresentar documentação comprovando a profissão, e doentes crônicos precisam de prescrição médica, para que não corram risco com contraindicações.

Botuverá
A população recebe atendimento nas unidades de saúde dos bairros Águas Negras, Centro e Ribeirão do Ouro, das 8h30 às 12h e das 13h às 13h30. A enfermeira Leila Eyng destaca que a procura tem sido boa, mas que não há necessidade ou urgência para que haja um alarde e se criem filas de espera nos locais.

As crianças precisam da carteira de vacinação para receberem a vacina, assim como adultos e idosos. “Sempre olhamos o esquema vacinal para ver se está tudo em dia, e acabamos complementando com outras vacinas também. É importante ressaltar que haverá uma intensificação da vacina contra o tétano neste ano em Santa Catarina”, lembra Leila.

Público-alvo da campanha
– Crianças com idade entre seis meses e dois anos (duas doses);
– Crianças menores de cinco anos;
– profissionais de saúde;
– gestantes;
– puérperas (mulheres em fase pós-parto) até 45 dias;
– Idosos;
– Pessoas com comobidades;
– Professores;
– Pessoas em privação da liberdade e funcionários do sistema prisional.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio