Com o objetivo de conscientizar o mundo empresarial e a comunidade sobre a importância da preservação e do desenvolvimento sustentável, é que em agosto de 2010 foi criado o Núcleo de Gestão Ambiental da Associação Empresarial de Brusque (Acibr).

Formado por 16 empresas de vários segmentos, os profissionais trocam ideias para resolução de problemas em comum, atualização e discussões para as melhores práticas de gestão ambiental.

As reuniões acontecem uma vez ao mês e contam sempre com um representante da Fundação do Meio Ambiente (Fundema), órgão ambiental de Brusque.

O coordenador do núcleo, Luiz Gustavo de Freitas, destaca que o licenciamento e também diversos aspectos das leis ambientais são as principais dúvidas dos nucleados e, com as reuniões, é possível expor as dificuldades e, juntos, encontrarem uma solução.

“Além disso, o núcleo tem mais força perante aos órgãos ambientais e é melhor representado do que se uma empresa sozinha apresentasse seus pleitos”, diz.

Nas reuniões, além de se discutir as dificuldades e particularidades de cada setor em relação ao meio ambiente, também é possível acompanhar palestras sobre diversos temas voltados à gestão ambiental, com profissionais de várias áreas.

“Em algumas reuniões temos um convidado externo que traz temas de interesse do núcleo e expõem as suas práticas e aprendizados aos nucleados”.

Durante o ano, o núcleo também realiza algumas reuniões itinerantes, que acontecem nas empresas nucleadas. Nessas ocasiões, os associados conseguem ver na prática o trabalho da empresa-sede na área ambiental. “É uma grande troca de experiências. Aprendemos muito com essas reuniões”, diz.

Freitas destaca ainda que o Núcleo de Gestão Ambiental também discute com frequência o problema de descarte irregular de efluentes no rio Itajaí-Mirim. “É uma grande preocupação nossa essa situação do rio. Vem acontecendo com frequência e não se consegue identificar a origem disso. Falamos muito sobre esse assunto que é um dos principais problemas ambientais da nossa cidade hoje”.

Ecoponto é a principal ação

Desde 2015, o Núcleo de Gestão Ambiental da Acibr promove em Brusque o Dia D EcoPonto, que visa atender a Lei Nacional para Controle de Resíduos Sólidos, e facilitar para a comunidade, o descarte correto de resíduos que podem contaminar severamente o meio ambiente, e que precisam de um trabalho de descontaminação e um tratamento adequado antes de serem encaminhados para um aterro sanitário, ou até mesmo para a reciclagem, no caso dos eletrônicos.

A ação geralmente acontece duas vezes por ano e, a cada edição, tem conquistado mais adeptos. A intenção é coletar materiais que não podem ser descartados junto com o lixo comum e dar a eles um destino correto. No Dia D EcoPonto, todas as pessoas, empresas, escolas ou entidades, que tiverem em casa materiais como pilhas, baterias, eletroeletrônicos, pneus e lâmpadas, podem fazer a entrega desses materiais. Com exceção das lâmpadas, que é cobrado o valor de R$ 1 por unidade, os demais itens podem ser descartados gratuitamente.

Hoje em Brusque não temos onde descartar este tipo de material. Por isso, o núcleo pensou em fazer essa ação para a comunidade mesmo. Para o próximo ano, queremos implantar alguns pontos fixos na cidade para o descarte de lâmpadas e eletrônicos”.

O núcleo também atua em parceria com a Weee.do Logística Reversa de Eletroeletrônico, que faz todo o gerenciamento dos resíduos eletrônicos para a reciclagem. A cada 10 toneladas de resíduos coletados, a Acibr recebe um computador completo, funcional e de reuso.

“A cada edição aumenta o volume de descartes. Normalmente, juntamos uma caçamba de resíduos, mas a última edição deu duas caçambas. Foram cerca de 700 lâmpadas e duas toneladas de lixo eletrônico”.

Em 2016, o núcleo lançou também o projeto Papa Pilhas, que são pontos específicos para a coleta deste tipo de material. Os pontos coletores estão espalhados em escolas e empresas parceiras.

Reuniões
Última quinta-feira do mês, às 15h30, na sede da Acibr

O núcleo

Coordenador
Luiz Gustavo de Freitas
Irmãos Fischer

Vice-coordenador
Valter Floriani
Caçambas Cidade Limpa

Secretária
Janara Benvenutti
Rio Vivo Engenharia Ambiental

Participantes

Aldinei Eugenio de Souza

BorgWarner

Caçambas Cidade Limpa

Cesari Pneus

CMJ Têxtil

Eletro Industrial

Fama Beneficiamento Têxtil

Irmão Fischer S/A

Malhas RVB

Recicle Catarinense de Resíduos

Rio Vivo Engenharia Ambiental

Sesc Brusque

Têxtil Renaux View

Tinturaria Florisa

Unifebe

Zen S/A Indústria Metalúrgica

Com o objetivo de conscientizar o mundo empresarial e a comunidade sobre a importância da preservação e do desenvolvimento sustentável, é que em agosto de 2010 foi criado o Núcleo
Conteúdo exclusivo para assinantes

Para ler todas as notícias, assine agora!

Oferta especial para você ficar
bem informado SEM LIMITES

Menos de

R$ 0,35
ao dia
R$ 9,90 ao mês