PAC na rua Santos Dumont é concluído

Secretário de Obras garante que com a finalização da obra, problema dos alagamentos foi resolvido

PAC na rua Santos Dumont é concluído

Secretário de Obras garante que com a finalização da obra, problema dos alagamentos foi resolvido

Chegou ao fim na manhã desta terça-feira, 21, a implantação dos 100 metros de galerias de 1,5 metros x 1,5 metros na rua Santos Dumont, no bairro Santa Terezinha. O trabalho faz parte das obras de macrodrenagem do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) da Bacia Sete de Setembro, e iniciaram no dia 11 de outubro.
De acordo com o secretário de Obras, Gilmar Vilamoski, com o término desta etapa chega ao fim um problema antigo dos moradores daquela região. “Resolvemos um problema histórico de prejuízos, manifestações e dificuldades causados pelos alagamentos no local. Tudo foi resolvido. Agora, parece tudo muito simples, mas é o fim de um pesadelo e a realização de um sonho”, diz.

Vilamoski ressalta que agora, os trabalhos no local se concentram na microdrenagem, que é a ligação das bocas de lobo e tubulações antigas com a macrodrenagem. “A empresa também está fazendo o acabamento das caixas de passagem e iniciando a base para a pavimentação deste trecho, que será feito pela mesma empresa para agilizar o processo”, diz.

Segundo ele, até o fim de semana, o trânsito deve ser liberado na rua Santos Dumont. “Se não tivermos nenhuma interferência climática, a ideia é liberar até o fim de semana”.

O secretário destaca que a rapidez com que este trecho foi finalizado foi determinante para que o impacto das intervenções fosse minimizado. “Quando iniciamos o trabalho no local, estávamos prevendo 30 dias para conclusão devido as dificuldades técnicas encontradas, como duas grandes redes de telefonia, adutora do Samae, esgoto de empresas, mas mesmo assim, conseguimos concluir com rapidez e avançar mais um pouco nesta bacia”.

Com a conclusão da obra na rua Santos Dumont, o trecho final da rua George Boettger também poderá ser pavimentado, já que o local estava servindo de depósito para a outra frente de trabalho. “Os 110 metros finais da George Boettger já serão pavimentados pela secretaria de Obras”.
Nova fase

Agora, as obras na Bacia Sete de Setembro se concentram na finalização dos estudos de viabilidade para definir se a obra segue pela rua Osvaldo Heil ou continua pela Santos Dumont. “O projeto original prevê a continuidade pela Osvaldo Heil, mas estamos analisando uma solução técnica e financeira melhor. A empresa está concluindo os estudos e estamos aguardando esta definição para seguir com a obra”.

Segundo ele, até o fim de semana a empresa deve liberar o novo estudo. “A tendência é seguirmos pela Santos Dumont. Se o estudo demonstrar que essa é a melhor solução, enviamos o projeto para a Caixa Econômica para aprovação. Se o projeto apontar um acréscimo financeiro, iniciamos a nova fase só depois da aprovação da Caixa, se não tiver acréscimo, podemos começar antes mesmo da autorização”.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio