Padrasto acusa enteado de forjar crime para furtar dinheiro em Brusque

Vítima suspeita que enteado tenha cometido o furto e tentado fingir arrombamento

Padrasto acusa enteado de forjar crime para furtar dinheiro em Brusque

Vítima suspeita que enteado tenha cometido o furto e tentado fingir arrombamento

Uma residência do bairro Primeiro de Maio foi revirada e teve a quantia de R$ 363 em espécie furtada do local. Um dos moradores havia viajado na noite de quinta-feira, 11, deixando o enteado sozinho em casa. Quando voltou, na noite deste domingo, 14, a casa estava completamente revirada, de acordo com o boletim de ocorrência registrado nesta segunda-feira, 15.

O homem suspeita que o enteado, que também mora no local, seja o responsável pelo furto do dinheiro. Além de afirmar que já foi furtado outras vezes, diz que não houve nenhum sinal de arrombamento ou invasão, e que vários objetos de valor da casa sequer foram tocados. Ou seja, para a vítima, o enteado teria revirado os móveis na tentativa de forjar uma invasão.

O suspeito nega todas as acusações. Ele afirma ter deixado o local às 22h deste sábado, 13, retornando às 13h de domingo, 14, quando encontrou a residência bagunçada.