Papa-fila é substituído por equipe de auxílio nos caixas, na 32ª Fenarreco

Três colaboradores utilizam máquinas de cartão para tentar minimizar os problemas de fila na hora da compra de bebidas

Papa-fila é substituído por equipe de auxílio nos caixas, na 32ª Fenarreco

Três colaboradores utilizam máquinas de cartão para tentar minimizar os problemas de fila na hora da compra de bebidas

Desde quinta-feira, 5, Brusque realiza o maior evento do ano, a 32ª Festa Nacional do Marreco, a Fenarreco. Tradicional no município, o evento sempre reúne muitas famílias e amigos para prestigiarem a boa música, comida típica alemã e o chope gelado.

Neste ano, para tentar diminuir as filas no caixa, a prefeitura havia pensado na possibilidade de implantar o “papa-fila”, ou seja, um caixa de autoatendimento. Entretanto, a ideia foi substituída por uma equipe de auxílio.

Segundo o secretário de Turismo, Kito Maestri, três colaboradores, devidamente identificados, ficam de olho nos caixas em que mais tem filas.

Com isso, eles vão até o local com uma máquina e oferecem o serviço de compra no cartão para tentar minimizar as filas. “As pessoas ainda não aderiram bem ao serviço, pois muitos têm receio e desconfiados”, comenta.

Na noite de sexta-feira, 6, o pavilhão Maria Celina Vidotto Imhof recebeu uma média de 4 a 5 mil pessoas. Por isso, as filas não se estenderam e não houve tantos transtornos.

Porém, na noite deste sábado, 7, o público marcou presença em peso e as filas voltaram a ser um problema para a organização. A expectativa para a noite de sábado, 7, é receber até 15 mil festeiros.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio