Pessoas que abandonaram idosa em asilo de Brusque deverão responder criminalmente

De acordo com delegado da Dpcami, inquérito será concluído até esta sexta-feira, 20

Pessoas que abandonaram idosa em asilo de Brusque deverão responder criminalmente

De acordo com delegado da Dpcami, inquérito será concluído até esta sexta-feira, 20

O sobrinho da senhora de 63 anos que foi deixada no lar para idosos Lions Clube, nesta quarta-feira, 11, em Brusque, será indiciado pelo crime de abandono, juntamente com sua esposa, que estava presente no momento do ato.

De acordo com o delegado Wesley de Sousa Costa, da Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso, os depoimentos das testemunhas serão todos colhidos ainda até esta quinta-feira, 19. Até sexta-feira, 20, o inquérito será concluído.

A partir de então, o inquérito será encaminhado pela Polícia Civil ao Poder Judiciário, que por sua vez o entregará ao Ministério Público. Para que o processo seja iniciado, o Ministério Público deverá avaliar a denúncia como digna de ser levada adiante a julgamento. A pena por abandono varia de seis meses e três anos de reclusão.

A Dpcami investiga exclusivamente o abandono, registrado por câmeras de monitoramento em frente ao lar de idosos Lions Clube, no bairro Cedrinho. Há suspeitas de maus tratos e violência psicológica, além de abuso financeiro, mas estas situações estão sendo investigadas pela Polícia Civil de Tijucas.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio