PM recupera motocicleta supostamente furtada

O registro inicial era de furto, mas o caso foi considerado como violência doméstica

PM recupera motocicleta supostamente furtada

O registro inicial era de furto, mas o caso foi considerado como violência doméstica

Na noite desta quarta-feira, 20, uma mulher de 54 anos de idade acionou a Polícia Militar informando que seu ex-namorado, um homem de 28 anos de idade, tinha estado em sua residência, na rua Hilário Pinotti, bairro Águas Claras, e sem seu consentimento se apropriou de uma motoneta Bis, cor preta, deixando o local e tomando rumo ignorado. A motocicleta pertence a filha da mulher, que mora em Florianópolis e ela registrou o caso junto a uma guarnição da PM como furto, por volta das 22h.

Na madrugada, o Copom (Centro de Operações) da PM recebeu uma denúncia de que dois homens estavam circulando na rua Poço Fundo com o referido veículo e acionou uma guarnição de patrulhamento que deu ordem de parada, mas o piloto se evadiu, foi feito o acompanhamento e entrou numa rua secundária, onde foi alcançado. O ex-namorado, que pilotava o veículo, fugiu pulando muros e não foi localizado.

Apenas o carona foi abordado e foi conduzido para a delegacia de Polícia e a motocicleta apreendida. Foi então que a suposta vítima foi registrar a ocorrência e veio a informação correta de que não se tratava de um furto, mas sim de uma apropriação indébita com registro semelhante em 29 de janeiro deste ano, quando ocorreu um fato com os mesmos envolvidos, mas a diferença é que naquela ocasião o ex-namorado causou lesões corporais na mulher e se apoderou da mesma Bis, apreendida posteriormente em uma blitz.

Um novo registro foi feito na delegacia, nesta manhã, por apropriação indébita e violência doméstica. A motocicleta foi encaminhada para o pátio e o irmão, que tinha sido encaminhado para a DP, foi liberado.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio