Polícia Militar de Brusque recebe denúncias por meio de aplicativo

Canal busca aproximar a comunidade do trabalho realizado pelos policiais da região

Polícia Militar de Brusque recebe denúncias por meio de aplicativo

Canal busca aproximar a comunidade do trabalho realizado pelos policiais da região

Há um mês, o 18º Batalhão da Polícia Militar de Brusque lançou um aplicativo para smartphones, com sistema Android, para ampliar a interatividade entre a comunidade e os policiais. No primeiro momento, a ferramenta atende Brusque, Guabiruba e Botuverá, mas com intenção de, em breve, abranger Ilhota e Gaspar.

O comandante, tenente-coronel Moacir Gomes Ribeiro, explica que o objetivo é divulgar o trabalho da PM. O aplicativo conta com espaço para a população fazer denúncias e falar com o comandante, além de atalhos de acesso às redes sociais do batalhão: Facebook, Instagram e Twitter.

No espaço para falar com o comandante, é possível repassar críticas, sugestões e tirar dúvidas. “É uma maneira de estar em contato diretamente com a comunidade. A PM tem a dificuldade de se aproximar da sociedade, assim qualquer um pode entrar em contato com o comando, para conversarmos e eu poder repassar também nossas dificuldades”, diz Gomes.

O tenente Matheus Perfoll, chefe da Agência de Inteligência, corregedor e relações públicas da PM, explica que a ideia surgiu de alguns policiais ligados à tecnologia.

Denúncias

Para Perfoll, o canal é uma maneira de incentivar as pessoas a denunciarem tráficos e assaltos. “Muitas vezes as pessoas reclamam que acontece venda de drogas na sua rua, mas não denunciam para a polícia, o que torna o nosso trabalho difícil. Precisamos saber onde acontece, para podermos investigar”.

Perfoll afirma que 90% do trabalho da PM é realizado com a colaboração da comunidade. “Por isso é muito importante esse contato, pois todas as denúncias que recebemos, nós apuramos. Vamos ao local, fazemos filmagens, verificamos e colocamos como prioridade”, detalha.
Desde a implantação do aplicativo, o tenente conta que muitas pessoas já aderiram e, inclusive, já realizaram denúncias. No canal, é possível denunciar anonimamente.

Pelas redes sociais, o 18º Batalhão tem publicado as ações realizadas pela Polícia Militar, bem como as prisões. “É uma maneira de mostrar para a sociedade que estamos trabalhando, mas que, infelizmente, muitas vezes, também sofremos com a legislação”, acrescenta o comandante Gomes.

Para baixar o aplicativo, basta digitar o endereço no navegador do celular: www.migre.me/vl0FT.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio