Polícia procura assaltantes na rede pluvial do bairro Azambuja

Um casal de Joinville veio a Brusque dar apoio aos dois foragidos

Polícia procura assaltantes na rede pluvial do bairro Azambuja

Um casal de Joinville veio a Brusque dar apoio aos dois foragidos

A Polícia Militar de Brusque passou durante toda a noite vigiando saídas de galerias de águas pluviais no bairro Azambuja, tentando capturar os dois homens que continuam soltos após o assalto desta quinta-feira, 15, à Laerte Joalheiro.

O serviço de inteligência da PM obteve a informação que um casal de Joinville estava na cidade e teria dado apoio aos criminosos em fuga e a informação foi confirmada.

A mulher, menor de idade, junto com o namorado, entregou uma camiseta, cigarro e alimentação a um dos foragidos com quem tem grau de parentesco. Ele estaria escondido na galeria da rua Bulcão Viana.

Durante toda a noite policiais militares se revezaram na vigilância das saídas destas galerias. Na manhã desta sexta-feira, 16, policiais militares entraram em parte destas galerias e encontraram uma calça, que pode ter sido utilizada pelo assaltante.

A polícia já tem informações sobre a identidade dos assaltantes que fugiram na tarde de quinta-feira, após o assalto que foi frustrado pela reação das vítimas, na rua Gustavo Schlösser, no Centro de Brusque.

O comparsa que foi abandonado no Gol utilizado na fuga e que foi preso e socorrido no beco Luiz Machado, bairro Azambuja, recebeu atendimento médico e durante a noite recebeu alta e foi encaminhado para a delegacia de Polícia.

A polícia continua mobilizada na manhã desta sexta-feira e a troca dos policiais após o cumprimento das escalas ocorreu de forma escalonada para impedir que os locais que estão sendo vigiados ficassem vulneráveis.

Tentativa de trote

Durante a noite foram plantadas informações falsas dando conta que uma família tinha sido rendida e estava dominada pelos bandidos em fuga, mas a polícia percebeu que se tratava de uma tentativa de mudar o foco da ação e após checar as informações, descartou qualquer possibilidade de que o fosse verdade.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio