Prefeito Paulo Eccel decreta intervenção no Hospital Azambuja

Medida foi tomada após o anúncio de fechamento do pronto-socorro do hospital a partir desta terça-feira, 4 de junho

Prefeito Paulo Eccel decreta intervenção no Hospital Azambuja

Medida foi tomada após o anúncio de fechamento do pronto-socorro do hospital a partir desta terça-feira, 4 de junho

O prefeito Paulo Eccel decretou estado de calamidade e perigo público iminente no atendimento da rede hospitalar do município de Brusque devido ao anúncio do fechamento do pronto-socorro do Hospital Azambuja, feito na manhã desta segunda-feira, 3 de junho.

“A partir deste momento, a nossa relação na área da saúde passa a ser a mesma relação de quando estamos em calamidade pública pelos desastres naturais, ou seja, neste momento, o administrador público, no estado de calamidade, pode requisitar o que quiser de particulares, seja em termos de serviço, seja em termos de estrutura”, explica o prefeito.

Leia também

Com o anúncio da calamidade, a partir desta terça-feira, 4 de junho, a prefeitura será a responsável pela administração do Hospital Azambuja. “Juntamente com esse decreto de calamidade pública no atendimento da rede hospitalar, estou assinando um decreto que requisita todas as instalações do Hospital Arquidiocesano Cônsul Carlos Renaux, compreendendo as instalações físicas, os equipamentos médicos, cirúrgicos, os recursos humanos, e demais utensílios necessários para o regular funcionamento do hospital”, declara Eccel.

A partir das 7h31 desta terça-feira, uma nova diretoria assume o comando do hospital para garantir que o atendimento de urgência e emergência seja mantido. “Está nomeado neste momento, Fabiano Amorim como o administrador nomeado para o Hospital Azambuja. Também fica criado o conselho administrativo para auxiliar o novo administrador do hospital”, informa o prefeito.

> Leia a reportagem completa na edição impressa do MDD desta terça-feira, 4 de junho.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio