Prefeitura de Brusque promete construir nova creche no Bateas

Novo espaço ficará ao lado da Escola de Ensino Fundamental Padre Theodoro Becker

Prefeitura de Brusque promete construir nova creche no Bateas

Novo espaço ficará ao lado da Escola de Ensino Fundamental Padre Theodoro Becker

Após indefinições, a Prefeitura de Brusque e a Igreja Católica chegaram a um acordo para a utilização do Centro Comunitário do Bateas para abrigar o Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Padre Theodoro Becker. A prefeitura renovou o contrato de locação por um ano, e neste meio tempo construirá uma nova creche ao lado da Escola de Ensino Fundamental Padre Theodoro Becker.

De acordo com o diretor de gabinete da prefeitura, Paulo Kons, o CMEI Padre Theodoro Becker funcionará no centro comunitário – pertencente à Paróquia São Luís Gonzaga – até o fim de 2017.

Kons afirma que no transcorrer deste ano a prefeitura irá inaugurar uma nova creche, que receberá todos os alunos transferidos do atual endereço do CMEI. Cerca de 150 crianças frequentam a creche.

Kons afirma que a construção da nova creche é um compromisso e prioridade. “Vamos fazer, é compromisso assumido. Chamei a equipe técnica ontem [quarta-feira] à tarde mesmo, já vamos começar a fazer a licitação”, explica.

“A planta já está feita, neste ano vai ser construído, equipado e inaugurado. É prioridade zero. Neste ano, vamos retirar tudo [do centro comunitário da igreja]”, completa o diretor. Segundo ele, ao lado da escola municipal há espaço para a construção de até duas creches, se necessário.

Kons é uma figura bastante ativa nos movimentos sociais de Brusque e tem ligação umbilical com a Igreja Católica. Já promoveu vários eventos com a participação de padres do município e do arcebispo Dom Wilson Tadeu Jönck, da Arquidiocese de Florianópolis.

O trânsito de Kons no meio católico ajudou a mediar a situação. Segundo ele, ficou acordado que o mobiliário fixo do Centro Comunitário do Bateas será o da igreja. Caso seja necessária alguma mudança para as crianças, ela será desfeita para que, no fim de semana, o espaço possa ser usado para a catequese e encontros católicos.

Kons diz que o acordo entre a Prefeitura de Brusque e a Igreja Católica foi firmado em 2014. Naquela época, a administração municipal havia prometido que seria algo temporário e que um outro CMEI seria erguido, mas isso não foi cumprido.

Durante este período, o centro comunitário não estava disponível para a comunidade católica. Segundo Kons, isso causava transtornos para a igreja, para a realização de cursos e catequese. O novo acordo é mais flexível e permite o compartilhamento do espaço.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio